Contra

o Vento

“Que mistério tem o Atlético que às vezes parece que ele é gente? Que a gente associa às pessoas da família (pai, mãe, irmãos, tios, primas)? Que a gente o confunde com a alegria que vem da mulher amada? Que mistério tem o Atlético que a gente o confunde com uma religião?”.

Cronista genial, devoto de Reinaldo, amante do Galo, Roberto Drummond foi quem melhor falou sobre a paixão da gente atleticana.

E essa relação entre torcida e clube descrita por ele é a marca maior da conquista do bicampeonato brasileiro.

O destino irônico fez com que a sempre presente torcida tivesse que se afastar em meio à pandemia. Mas, desde que o alvinegro teve a chance de voltar ao estádio, o Mineirão foi o teatro de uma inversão de papéis, com Cuca e seus comandados, no palco, tendo a chance de ser plateia da Massa que já escutava os sinais de que o grito de bicampeão estava próximo.

Mesmo os mais calejados conseguiram desfrutar do retorno à sua casa num momento em que o verbo acreditar, tão entoado anos atrás, fosse substituído por algo mais assertivo.

O bi do Brasileirão, levantado exatamente 50 anos após a primeira conquista, tem um sabor especial. Não que o atleticano seja movido a títulos, mas nas últimas cinco décadas foram vários os momentos em que a taça esteve próxima de Lourdes e isso criou toda a atmosfera de um sentimento difícil de explicar.

Ser campeão do Brasil é como uma libertação para o alvinegro, mas as taças estão longe de ser fundamentais para a manutenção da paixão dessa gente.

Afinal, como decretou Roberto Drummond, “se houver uma camisa branca e preta pendurada num varal durante a tempestade, o atleticano torce contra o vento”.

Por Alexandre Simões

Destaques da


Conquista

Números da


Conquista

34

Everson atuou em todas as partidas do Atlético até aqui no Brasileirão 2021

28

Jogadores entraram em campo pelo Galo no BR21

60.142

Presentes contra o América, maior público do Galo no novo Mineirão

9

Jogos longe da Massa por causa da pandemia

18

Jogos sem perder, maior sequência invicta do clube na era dos pontos corridos

Cuca: título do Brasileirão coloca técnico como o maior da história do Atlético

Ler mais

Legião estrangeira: gringos são fundamentais na conquista da taça

Ler mais

Um reencontro com peso de meio século

Ler mais

Wallpapers

Imagens

do Título

Carregar mais

#TBT


1971