Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Roça na cidade: Emater-MG lança site de vendas de produtos da agricultura familiar

Consumidores de todo o país já podem comprar diretamente de produtores rurais mineiros, sem atravessadores. Todos os produtos possuem algum tipo de habilitação sanitária, que pode ser federal, estadual ou municipal

E do campo Divulgação Emater.jpg

Novos produtos serão incluídos no site semanalmente, sempre que os agricultores tiverem o cadastro aprovado

Divulgação Emater

Sabe aquele docinho de laranja com casca que sua mãe adora ou aquele premiado queijo Minas Artesanal da Canastra? Agora, eles estão há poucos cliques das suas mãos. É que a Emater lançou, ontem (6), uma plataforma de vendas on-line, com uma ampla variedade de produtos do meio rural.

O site É do Campo (www.edocampo.com.br) reúne inicialmente a produção de 40 agricultores mineiros. São aproximadamente 250 itens que serão entregues no endereço escolhido pelo comprador.

A iniciativa faz parte do Programa de Apoio à Comercialização Eletrônica de Produtos e Serviços da Agricultura Familiar desenvolvido pela empresa, com o objetivo de ampliar as vendas do segmento via comércio on-line. Nas próximas semanas, mais 60 agricultores terão seus produtos incluídos na plataforma.

“O programa é dividido em dois pilares. Um deles é a disponibilização dessa plataforma de venda para os produtores. O outro pilar é o serviço de assistência técnica e extensão rural desenvolvido pela Emater-MG para todos os agricultores familiares que fazem parte do É do Campo”, explica a coordenadora técnica estadual da empresa e gestora do projeto, Rhamillye Bartels.

Ela explica que essa assistência técnica funciona como uma chancela. O trabalho dos profissionais da Emater-MG junto aos produtores familiares garante as boas práticas de produção daquilo que é colocado à venda. “Outra questão importante é a venda sem atravessadores. Nosso objetivo é ligar diretamente o produtor ao consumidor final. Tudo que está na plataforma é produzido e comercializado pelo próprio agricultor”, informa Bartels.

Produtores fizeram curso para lidar com a nova plataforma

Quem faz as compras no site tem a opção de pagar com cartão de crédito ou pix. Os produtores do É do Campo passaram por capacitações promovidas pela Emater-MG para conhecer a plataforma de venda, saber como cadastrar os produtos, receber os pedidos, enviar a mercadoria e emitir nota fiscal.

Habilitação sanitária

A segurança alimentar é outra questão levada em consideração ao selecionar os agricultores que participam do É do Campo. Todos os produtos colocados à venda possuem algum tipo de habilitação sanitária, que pode ser federal, estadual ou municipal.

A também coordenadora técnica estadual da Emater-MG, Thiara Viggiano, explica que essa habilitação determina para onde o produtor poderá vender seus produtos. “No caso de quem possui a habilitação sanitária municipal, por exemplo, poderá vender apenas para o município onde produz. Mas a maioria dos produtos terá entrega para todo o Brasil, pois possui habilitação sanitária federal”, informa.

Produtores comemoram a iniciativa

A produtora rural Meire Ribeiro, do município de Sabará, na região Metropolitana de Belo Horizonte, está entusiasmada com a novidade. Ela colocou à venda na plataforma uma série de produtos derivados da jabuticaba da marca Sabarabuçu, como molhos, doces em lata e geleias. Tudo com registro para venda em todo território nacional.

Muito bacana a gente ter esta oportunidade de mostrar os nossos produtos para mais pessoas na internet, com o apoio da Emater. É sensacional você ter esta chancela de que seu produto é bom e de qualidade para oferecer ao público. É uma oportunidade maravilhosa”, comemora.

“Comecei fazendo 200 potes de geleia dentro de casa. Hoje a gente trabalha com 30 toneladas de jabuticaba por ano. Nos tornamos um dos maiores produtores de derivados de jabuticaba do Brasil”, conta Meire Ribeiro.

Já em Uberlândia, no Triângulo, uma família de produtores está comercializando seu famoso queijo Minas Artesanal no site É do Campo. A produção da premiada queijaria Ouro das Gerais é de 70 peças por dia. Os queijos já receberam, por exemplo, a medalha de prata do Mundial do Queijo de 2019, em Araxá, e a medalha de ouro no Prêmio Queijo Brasil, em 2023, realizado em Santa Catarina.

“A expectativa é muito boa. Será uma forma de otimizar nosso tempo e atender melhor o cliente. É uma maneira também de fidelizar o consumidor, que sabe que o pedido vai ser entregue rápido, com o frete mais barato”, afirma o produtor Matheus Loreno.

De acordo com Thiara Viggiano, em muitos casos, a comercialização on-line cria uma nova dinâmica nas famílias rurais. “Há situações em que o produtor rural não tem muito conhecimento sobre as ferramentas digitais. Então os filhos estão assumindo essa tarefa”, relata.

Como participar

Os produtores interessados em comercializar no É do Campo devem procurar os escritórios da Emater-MG, em suas cidades, ou municípios mais próximos, verificar se atendem os requisitos de participação, preencher um cadastro e apresentar os documentos obrigatórios da mercadoria a ser vendida.

Segundo a Emater-MG, novos produtos serão incluídos no site semanalmente, sempre que os agricultores tiverem o cadastro aprovado.

Aniversário da Emater-MG

Captura de tela 2023-12-07 145912.png

Produtores participam da cerimônia de lançamento do site no aniversário de 75 anos da Emater-MG

Divulgação Emater

O lançamento do site É do Campo faz parte das comemorações dos 75 anos da Emater-MG, completados no dia 6 de dezembro. A empresa é pioneira no serviço público de assistência técnica e extensão rural no país.

(*) Com informações da Emater-MG.

Maria Teresa Leal é jornalista, pós-graduada em Gestão Estratégica da Comunicação pela PUC Minas. Trabalhou nos jornais ‘Hoje em Dia’ e ‘O Tempo’ e foi analista de comunicação na Federação da Agricultura e Pecuária de MG.



Leia mais