Notícias

Chilenos vão às urnas neste domingo em plebiscito sobre mudança da constituição do país

Consulta popular é o primeiro resultado importante dos protestos contra desigualdade que começaram em outubro do ano passado

Por Estadão Conteúdo, 25/10/2020 às 07:45
atualizado em: 25/10/2020 às 07:55

Texto:

Foto: Reprodução
Reprodução

Cerca de 14 milhões de chilenos estão convocados para votar em um plebiscito, neste domingo. Eles vão decidir como será a nova constituição do país. 

A primeira opção é uma convenção mista, composta 50% pelos atuais parlamentares e 50% por representantes eleitos; e a segunda prevê a formação de uma comissão constituinte totalmente nova. 

A nova constituição promete garantir acesso à saúde e educação gratuitas, fim da criminalização de movimentos sociais e reestatização da água, que hoje é um bem privado no país. 

Outra mudança prevista é a criação de um novo sistema previdenciário, que deve substituir o atual gerido pelas Administradoras de Fundo de Pensão.

Os parlamentares contra a mudança de constituição alegam que o processo vai gerar gastos extraordinários ao Estado e que a reforma seria uma 'carta branca' aos atuais parlamentares. Para eles, as demandas já estão contempladas na carta magna e o ideal seria reformá-la com projetos de lei no Congresso.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    O #itatiaianãoperdeclássico desta quarta-feira conta a história de um Atlético e Cruzeiro ocorrido no dia 2 de dezembro. O ano escolhido foi 2012, com os clubes se enfrentando...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Medida foi tomada devido ao aumento no número de casos e mortes por coronavírus. #Itatiaia

    Acessar Link