Clique e ouça
Carregando ...
Apresentação
por Editoria de web em Esporte / Atualizado

Vice-prefeito sobre interdição do Independência: 'Fora de cogitação'

Possibilidade de fechamento do estádio está descartada

O Independência não corre o risco de ser interditado. Na semana passada, o vereador professor Wendel (PSB) cogitou essa possibilidade, uma vez que duas condicionantes para que o estádio recebesse a licença de funcionamento não teriam sido cumpridas por parte da BWA, consórcio que administra a arena. No entanto, após uma reunião realizada nessa terça-feira, com representantes dos moradores do bairro Horto, da Câmara Municipal, da BWA e do vice-prefeito de Belo Horizonte, Délio Malheiros, a possibilidade de fechar o estádio foi descartada. 

Leia também:
Vereador garante que Independência não será fechado e jogo da Libertadores irá acontecer

Durante o encontro, eles discutiram sobre o não cumprimento das condicionantes, que são a criação de um espaço comunitário no local e ampliação das vagas de estacionamento. De acordo com Délio Malheiros, existe a necessidade de detalhar melhor o centro comunitário. Por isso, foi elaborado um cronograma de trabalho com o objetivo de especificar, por exemplo, o local para a construção do espaço e quem vai pagar.

“Nós estamos definindo o cumprimento da condicionante num acordo firmado com a Arena Independência, com a  comunidade local e vamos buscar a adesão do Estado e do Ministério Público, de maneira a definir melhor qual é essa condicionante”, disse.  

O vice-prefeito, que também é secretário municipal de Meio Ambiente, disse que a interdição do estádio está completamente descartada. “Não temos a menor condição de dizer que haverá uma cassação da licença. Isso está fora de cogitação. Portanto, vamos encontrar uma solução até o dia 17 de agosto”, garantiu.

Ouça a entrevista do vice-prefeito

Fonte: Rádio Itatiaia

Ouça o(s) audio(s) desta notícia:

Vice-prefeito sobre interdição do Independência: 'Fora de cogitação'

Comentários

Aviso: nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto, e esperamos que as conversas nos comentários sejam respeituosas e construtivas. O espaço abaixo é destinado para discussões, para debatermos o tema e criticar ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão, de maneira nenhuma, tolerados, e nos damos o direito de excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, calunioso, preconceituoso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem um nome completo e email válido).

Ouvindo: