Auto Truck CPM Interno

Notícias

Trump diz que Estado Islâmico já foi derrotado e retira tropas americanas da Síria

Por Ansa Brasil, 20/12/2018 às 09:42
atualizado em: 20/12/2018 às 09:51

Texto:

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a retirada dos soldados americanos da Síria, alegando que o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) já foi sido derrotado. "Nós derrotamos o Estado Islâmico na Síria, minha única razão para estar lá durante a presidência Trump", informou o republicano.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, afirmou em uma nota que a retirada já começou e que a volta das tropas para os Estados Unidos não significa o fim da missão, mas sim, uma nova fase.

De acordo com a imprensa americana, o plano seria retirar todos os militares que estão na Síria no prazo de um mês. São mais de dois mil. A medida era uma promessa de campanha de Trump.

As tropas americanas estavam na Síria desde o governo do antecessor Barack Obama, que liderou uma coalizão internacional contra o EI, também chamado de Isis ou Daesh. O objetivo dos EUA era apenas derrotar o grupo - sem o comprometimento de acabar com a guerra civil local. O Estado Islâmico se consolidou em 2014 e 2015 na Síria, aproveitando um vácuo político. O grupo tinha a intenção de estabelecer um califado - com governo próprio e autoritário, baseado na sharia, a lei islâmica -. O serviço de inteligência americano acredita que o EI controle atualmente apenas 1% do território que detinha.

Reações - O anúncio de Trump foi feito de maneira inesperada pelas redes sociais e surpreendeu países aliados.

A França anunciou que "permanece" militarmente empenhada na Síria. "Por ora, certamente, permanecemos na Síria", disse a ministra para Assuntos Europeus, Nathalie Loiseau. "A luta contra o terrorismo não acabou", ressaltou, relembrando o recente atentado contra um mercado de Natal de Estrasburgo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link