System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]

Notícias

Suspeito de furtar escritório de advocacia em Belo Horizonte, homem é preso pela 59ª vez

Por Redação , 19/05/2017 às 17:30
atualizado em: 19/05/2017 às 17:35

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Ana Cecília Carneiro/Itatiaia
Ana Cecília Carneiro/Itatiaia

Ficar algemado já é hábito para Naidson Martins Modesto, de 39 anos, preso nesta sexta-feira suspeito de furtar um escritório de advocacia na Região Central de Belo Horizonte. Agora, ele acumula 59 detenções no currículo.

O major Sérgio, da 124ª Companhia do 22º Batalhão, relata que Naidson se apresentou como office boy na portaria do prédio e disse que entregaria um envelope em uma das salas.

"No 19º andar, ele foi surpreendido pelo advogado, que é proprietário da sala, mexendo em seus objetos. O advogado notou a falta de R$ 750 em sua carteira. Esse indivíduo, num primeiro momento se passou por mudo. Depois, ficou gago e tentando se esquivar", diz.

Conforme o policial, o suspeito desceu rapidamente as escadas, mas o advogado acionou os porteiros, que detiveram Naidson. "Com a nossa chegada, ele conversou normalmente, falou que estava ali por engano e negou toda a participação." Naidson teria dispensado o dinheiro no fosso do elevador.

A vasta ficha criminal do suspeito foi descrita pelo militar. "Ele possui 20 inquéritos em andamento e tem 58 boletins de ocorrência. Dentre os artigos que ele tem há roubo, furto, lesão corporal, uso de droga, dentre outros", contou.

Naidson não quis dar sua versão à reportagem.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Há dificuldades, mas dificuldades são herdadas e estamos combatendo', diz Temer: https://t.co/UbBz8jeswI https://t.co/mFFGmvZQJF

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Show histórico no Palácio das Artes vai celebrar uma década do Duelo de MC’s: https://t.co/SlwooMCdik https://t.co/Dkpsq2yI3o

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Maia estaria receoso de os deputados aprovarem a criação de um fundo público para bancar as campanhas enquanto o Senado discute uma PEC para ressuscitar o financiamento privado.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Empregados precisavam informar a um superior que iriam ao banheiro. Caso utilizassem mais de duas vezes no turno, recebiam reclamações.

    Acessar Link