Notícias

Superávit anunciado pelo governo revolta prefeitos: 'Confiscou R$ 1 bi dos municípios'

Por Redação , 14/03/2019 às 10:43
atualizado em: 14/03/2019 às 10:55

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O anúncio de superávit de R$ 4 bilhões nas contas do governo de Minas causou revolta nos prefeitos de cidades mineiras. O presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Julvan Lacerda, acusa o governo Zema de 'confiscar' R$ 1 bilhão e ainda fazer publicidade. Ele ameaça até pedir o impeachment do governador Romeu Zema (Novo). 

“Nesses primeiros 60 dias de governo o estado teve um superávit. Ou seja, sobrou de tudo que ele pagou e de tudo que arrecadou R$ 4 bilhões. E confiscou R$ 1 bilhão dos municípios. Isso nós não vamos aceitar de forma alguma: o estado pegar um dinheiro que é dos municípios para fazer caixa, superávit. E ainda ficar se vangloriando e fazendo publicidade com isso”, disse.

Julvan Lacerda diz que a AMM tomará todas medidas para resolver a situação e deu prazo até sexta-feira (15) para Zema quitar os atrasos. 

O vereador de Belo Horizonte, Mateus Simões (NOVO), um dos principais aliados políticos de Zema, disse nessa quarta-feira (13) que o governo tem a proposta de quitar o valor tão logo seja implementado no estado o regime de recuperação fiscal.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link