Notícias

Prefeitura de BH ajuiza ação contra decisão do CRM de retirar médicos dos Cersams

Para o Executivo municipal, decisão foi baseada em 'interesses meramente corporativistas'

Por Matheus Oliveira , 13/10/2021 às 17:27
atualizado em: 13/10/2021 às 21:57

Texto:

Foto: Prefeitura de BH/Divulgação
Foto: Prefeitura de BH/Divulgação

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou ação civil pública contra a decisão do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG) em retirar médicos dos Centros de Referência em Saúde Mental (Cersams).  

Conforme o texto, a decisão prejudica “a população da cidade de usufruir esse serviço essencial por mera discordância à luta antimanicomial”.

Na última sexta-feira (8), o CRM-MG decidiu fazer a interdição ética nos Cersams. Para a prefeitura, a iniciativa atende a “interesses meramente corporativistas”.

Apurado inicialmente pelo repórter Lucas Ragazzi da Rádio Itatiaia, na prática, o conselho decidiu pela retirada dos médicos destas unidades.  

A decisão do Conselho Regional de Medicina ocorre após uma série de situações que estariam irregulares nessas unidades. A prefeitura, de acordo com o CRM, não apresentou soluções para esses problemas.

A Itatiaia procurou o CRM e aguarda retorno.

Leia também:

Conselho Regional de Medicina decide manter interdição ética nos Cersams de Belo Horizonte

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link