FUMEC - Processo Seletivo - Internas - 970x150

Notícias

Pesquisa da UFMG revela efeitos na saúde mental dos moradores após tragédia em Mariana

Por Redação, 14/04/2018 às 08:25

Texto:

A Itatiaia teve acesso, em primeira mão, a uma pesquisa inédita da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) que apontou os reflexos da tragédia para a população atingida pela tragédia em Mariana, na Região Central de Minas.

O estudo revelou que houve reflexos devastadores na saúde dos moradores da região. “Depressão, transtorno de estresse pós-traumático e uso de drogas, além do comportamento suicida são algumas das consequências” afirma a coordenadora da pesquisa, Maila Castro.

OUÇA A MATÉRIA COMPLETA COM O REPÓRTER RAFAEL NONATO

No estudo foram avaliadas 271 moradores do local da tragédia. Dos entrevistados, mais da metade afirmaram sofrer algum tipo de discriminação após a tragédia e mais de 60% tinham certeza de que iriam morrer no dia do desastre.

Maila destaca que alguns índices, como da depressão e do estresse pós-traumático, estão bem acima da média mundial e equivalem aos números registrados em locais em que houve acidente nuclear: 28,9%. “Um índice cinco vezes maior que o descrito na população brasileira”, afirma a coordenadora.

A tragédia

O rompimento da barragem de Fundão, administrada pela mineradora Samarco, aconteceu em novembro de 2015, em Mariana. No acidente, 19 pessoas morreram e centenas ficaram desabrigadas. Três anos depois, famílias ainda brigam na Justiça por indenizações.

 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚠️Estação Vilarinho do metrô não está funcionando na manhã desta sexta-feira!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚠️Estação Vilarinho do metrô não está funcionando na manhã desta sexta-feira!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A derrota complicou demais a situação do Coelho, que perdeu o quarto jogo seguido e chegou à 11ª partida consecutiva sem vencer na competição

    Acessar Link