Notícias

Pepê comanda virada dos reservas do Grêmio sobre o Vasco em Porto Alegre

Por Agência Estado, 13/07/2019 às 19:32
atualizado em: 13/07/2019 às 19:34

Texto:

De virada e com dois gols do garoto Pepê, o Grêmio bateu o Vasco em sua arena, na tarde deste sábado, por 2 a 1, chegando à terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro em sua décima rodada.

O triunfo fez o time gaúcho, que antes da parada para a Copa América encerrara a primeira etapa da competição batendo Fortaleza e Botafogo, chegar aos 14 pontos, contendo a reação dos cariocas na disputa. Os comandados de Vanderlei Luxemburgo vinham de dois triunfos (Internacional e Ceará) em sequência e permanecem estacionados nos nove pontos, ainda próximos da zona de descenso. 

No primeiro tempo, o que se viu foi um Grêmio dominante na posse de bola (64% contra 36% dos cariocas), mas completamente inofensivo em termos de chances criadas. Encaixado em seu campo defensivo, o Vasco, por sua vez, embora optando claramente por uma postura reativa, não conseguia encaixar jogadas de contra-ataque.

A escolha de Renato Gaúcho por um time repleto de jovens, com Jean Pyerre e Pepê buscando servir Luan no comando de ataque como um "falso" nove, não rendeu o efeito esperado pelo treinador, pelo menos em um primeiro momento. 

Nesta condição, as chances de gol foram raras antes do intervalo A primeira delas surgiu na marcação de um pênalti a favor do Vasco, aos 12 minutos. Dispensando o recurso do VAR, o árbitro Rodolpho Toski Marques viu pênalti de David Braz no colombiano Oswaldo Henríquez. O lateral vascaíno Yago Pikachu bateu no canto esquerdo de Paulo Victor para abrir o placar.

Minutos depois, Renato Gaúcho preferiu não esperar pelo intervalo para sacar seu maior trunfo do banco de reservas, o meia-atacante Everton, no lugar do volante Rômulo, o que acabou deixando o time da casa ainda mais vulnerável na recomposição. 

No segundo lance de perigo da primeira etapa, em um dos raros contra-ataques efetivados com sucesso pelo Vasco, o volante Raul surgiu na cara do goleiro gremista pelo lado direito, mas bateu em cima de Paulo Victor. 

O fraco desempenho gremista no primeiro tempo, mesmo após a entrada de um jogador da seleção brasileira no jogo, não irritou apenas Renato Gaúcho. Na saída para o intervalo, Jean Pyerre reclamou do desempenho coletivo de sua equipe, soltando um palavrão na boca do túnel: "A gente está errando muita coisa boba hoje. Tá f...". 

Apesar da indignação com o próprio desempenho, o retorno para o segundo tempo ofereceu um grande susto para os gremistas, ao passo que a euforia se transformou em indignação no lado vascaíno. Logo aos 18 segundos, Pikachu fez uma linda jogada individual pelo lado direito, passando por dois marcadores e fuzilando Paulo Victor para ampliar o marcador. O lance, porém, foi anulado pelo árbitro depois de uma análise via VAR, com uma suposta falta de Rossi em Matheus Henrique detectada na origem do ataque no meio campo.

A recuperação do sobressalto fez bem aos gaúchos, que aos poucos foram se tornando mais agressivos nas incursões ao ataque. E os comandados de Renato Gaúcho chegariam ao empate aos 15 minutos, com Pepê concretizando um lindo corte no defensor vascaíno após passe de Luan pelo lado direito e finalizando com um chute cruzado para vencer Fernando Miguel. 

Empolgado depois da igualdade, o Grêmio continuou sendo mais objetivo. Livre de marcação, Pepê por pouco não fez o segundo em rebote de chute de Luan da entrada da área. O lance também provocou pesados protestos do time carioca por conta de uma suposta ausência de fair-play do Grêmio no lance. 

Mas o Vasco não se intimidou e continuou com a estratégia de tentar pegar a defesa adversária com menos jogadores na recomposição. Especialmente com o investimento de Luxemburgo na velocidade ao colocar em campo os jovens Thalles e Marrony. Só que Marcos Júnior perderia uma boa oportunidade aos 27, em rebote de Paulo Victor. 

O Grêmio respondia com as boas infiltrações de Everton, tentando desorganizar a defesa vascaína com jogadas individuais pela esquerda. Contudo, foi pelo lado direito que surgiu o gol da vitória gaúcha. Léo Moura cruzou na medida para Pepê marcar o segundo no jogo, o seu terceiro gol no campeonato (já havia anotado o do triunfo de 1 a 0 contra o Fortaleza, em Caxias do Sul, pela oitava rodada), para decidir mais um confronto. 

Na próxima rodada do Brasileirão, as duas equipes farão clássicos regionais. O Grêmio terá pela frente o Internacional no Beira-Rio, no sábado, às 19h. No mesmo dia, mais cedo, às 11h, o Vasco vai receber o Fluminense em São Januário. 

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO 2 X 1 VASCO

GRÊMIO - Paulo Victor; Léo Moura, David Braz, Rodriguez e Juninho Capixaba; Rômulo (Everton), Matheus Henrique (Da Silva), Thaciano, Jean Pyerre e Pepê; Luan (Patrick). Técnico: Renato Gaúcho. 

VASCO - Fernando Miguel; Yago Pikachu, Henríquez, Ricardo e Danilo Barcelos; Richard, Raul e Marcos Júnior (Lucas Mineiro); Rossi, Valdívia (Marrony) e Marquinho (Talles). Técnico: Vanderlei Luxemburgo. 

GOLS - Yago Pikachu, aos 14 do primeiro tempo; Pepê, aos 15 e aos 40 minutos da etapa final. 

CARTÕES AMARELOS - Juninho Capixaba e Thaciano (Grêmio); Richard, Rossi, Fernando Miguel e Henríquez (Vasco)

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (Fifa/PR). 

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis. 

LOCAL - Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link