PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

Pela 4ª vez no ano, São Paulo não marca gols no Bahia e partida termina em 0 a 0

Por Agência Estado, 09/10/2019 às 23:58

Texto:

O São Paulo enfrentou o Bahia pela quarta vez na temporada e mais uma vez não conseguiu balançar as redes do adversário. Nesta quarta-feira, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, o time paulista ficou no 0 a 0 com o rival, na Arena Fonte Nova, em Salvador, e mostrou que o técnico Fernando Diniz terá de trabalhar muito para fazer o ataque da equipe funcionar.

Para piorar, o treinador perdeu ainda no primeiro tempo o centroavante Pablo, que conviveu com lesões na temporada e se machucou novamente, desta vez no músculo adutor da coxa direita. Sem sua referência na frente e com Pato ainda sem ritmo de jogo por estar retornando após longa ausência no time, a missão do São Paulo se tornou mais complicada.

No primeiro turno, a partida entre os dois times terminou com um empate sem gols pelo Brasileirão. Os dois clubes também se enfrentaram pela Copa do Brasil, na fase de oitavas de final, e o Bahia venceu ambas as partidas por 1 a 0, eliminando os paulistas da competição e chegando a três partidas sem ser vazado no confronto.

Diniz até projetou sua equipe para ser ofensiva. Deixou Pablo na frente e colocou três atletas para fazerem a função de meias: Tchê Tchê pela direita, Hernanes mais centralizado e Pato pela esquerda. Ainda no meio, como volantes, ele colocou Luan, que ficou mais recuado, e Liziero, que conseguia ir um pouco mais para frente.

Mas a marcação do Bahia era impiedosa e quase não dava espaços. A do São Paulo também funcionava bem. Até por isso, os goleiros pouco trabalharam no primeiro tempo. A melhor chance do time do Morumbi foi em um cruzamento de Reinaldo da esquerda que Pablo não conseguiu alcançar. Aos 38, o atacante se machucou e deixou o campo.

Na etapa final, o Bahia voltou um pouco pior e o São Paulo tentou aproveitar. Logo aos 7 minutos, Pato recebeu em boas condições e chutou forte, cruzado, mas o goleiro Douglas espalmou. A resposta do Bahia veio com Arthur Caíke, numa cabeçada que Tiago Volpi defendeu. No final do duelo os donos da casa até melhoraram, mas o confronto terminou empatado sem gols

O resultado deixou o São Paulo com 40 pontos, na cola do G4 da tabela. O time baiano soma 38 e segue tentando se aproximar dos seis primeiros colocados, que garantem vaga na próxima Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA 0 x 0 SÃO PAULO

BAHIA - Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés (Giovanni); Flávio, Gregore e Ronaldo (Rogério); Artur, Fernandão e Élber (Arthur Caíke). Técnico: Roger Machado.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Luan, Liziero (Vitor Bueno), Tchê Tchê, Hernanes e Pato; Pablo (Igor Gomes). Técnico: Fernando Diniz.

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (SC).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Fonseca, Artur e Tchê Tchê.

RENDA - R$ 619.845,00.

PÚBLICO - 31.726 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link