Notícias

Pais de alunos das escolas estaduais São Pedro e São Paulo, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, alegam que o governo do estado tem atrasado o repasse de verbas para o custeio de despesas básicas, como materiais de limpeza, papel, tinta e até

Sem dinheiro

Por Editoria de web, 16/09/2016 às 13:37

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Pais de alunos das escolas estaduais São Pedro e São Paulo, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, alegam que o governo do estado tem atrasado o repasse de verbas para o custeio de despesas básicas, como materiais de limpeza, papel, tinta e até gás de cozinha. Diante deste cenário, eles se organizam para arrecadar dinheiro para os produtos que estão faltando nas instituições de ensino.

“Não está tendo verba, não está tendo alimentação para as crianças. A escola não tem merenda, a escola não tem praticamente nada de higiene, sabão, não tem nada. E como eu ajudo o pessoal aqui na comunidade a gente está pedindo ajuda de casa em casa, pedindo material de limpeza, pedindo o que puder fazer doação para poder estar dando para os alunos”, explicou o músico Victor Soriano Lima, pai de uma aluna.

Já o motorista Renato Coelho Paixão disse que o governo precisa resolver a situação o quanto antes. “Acho que o governo tem que fazer a parte dele, que é o mínimo, que é oferecer uma merenda, oferecer uma internet, um telefone. A escola precisa de um telefone. E se ficar sem telefone, como é que nós vamos ligar para a escola para saber informações do filho?”, questionou Renato.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Educação afirma que o estado está em uma situação de dificuldades orçamentárias e financeiras, mas se compromete a garantir o repasse de recursos de manutenção e custeios para todas as escolas estaduais.

Ouça a reportagem completa de João Felipe Lolli:

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link