Unimed Set Maxiboard interno

Notícias

A ONG Defesa Social entrou com uma representação no Ministério Público contra a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), que está distribuindo a usuários de droga canudos para o uso de cocaína e água destilada para dissolver a droga.

Belo Horizonte

Por Editoria de web, 10/08/2016 às 21:52

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

A ONG Defesa Social entrou com uma representação no Ministério Público contra a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), que está distribuindo a usuários de droga canudos para o uso de cocaína e água destilada para dissolver a droga. Além disso, a PBH fornece, inclusive para menores de idade, camisinhas e gel lubrificante para a prática de sexo anal. O objetivo da ONG é ouvir do prefeito Marcio Lacerda, via MP, as justificativas legais e científicas da medida.

O presidente da organização, Robert Willian, classifica a ação da prefeitura como absurda. A ONG Defesa Social é uma das cinco integrantes do projeto Consultórios na Rua, da Secretaria Municipal de Saúde, que trabalha com a abordagem e apoio aos usuários.

“Foi uma surpresa ao ver que as equipes dos Consultórios de Rua distribuem canudos para o pessoal cheirar cocaína, água destilada para que eles possam dissolver a cocaína e torná-la injetável, ainda com a orientação de distribuir preservativos e gel lubrificante para  prática de sexo anal, não excluindo disso os adolescentes, o que é uma coisa absurda”, disse.

A PBH admite que faz a distribuição para evitar o compartilhamento do material e a transmissão de doenças, como Aids e hepatites. No entanto, a justificativa é rebatida por Robert Willian.

“Está contrariando a lei de drogas, que fala que qualquer pessoa que colaborar, incentivar, induzir ou ajudar a pessoa a usar droga está cometendo um crime”, disse. “Distribuição de canudo não vai reduzir (o uso de drogas), vai é incentivar que as pessoas utilizem mais a cocaína. A questão da água... se eles não tiverem a água destilada para diluir a cocaína em pó, eles, com certeza, não vão usar”, avaliou.

Ouça a reportagem de Mônica Miranda


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link