Notícias

Mercado Mineiro: comer em restaurantes de Belo Horizonte está mais caro; apps são opção

Por Redação , 20/08/2019 às 12:21
atualizado em: 20/08/2019 às 12:34

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Almoçar fora ficou mais caro em relação a janeiro. O valor da comida a quilo teve um aumento médio de 11,70%, levando em consideração a localização do restaurante e o que é servido no cardápio. Mas a entrada dos aplicativos no mercado vem mudando o perfil do mercado. É o que aponta levantamento do site Mercado Mineiro.

De um lado tem o restaurante ficando caro de se manter e de outro tem a entrega concorrendo com os restaurantes, principalmente nas comidas mais simples.

Ouça a reportagem completa com Júnior Moreira

A concorrência entre os donos de restaurante e aqueles que só servem comida trouxe benefícios para o consumidor, que encontra comida nos apps até no valor de R$ 10.

De acordo com o levantamento, nos restaurantes, o valor do quilo pode custar de R$ 13 a R$ 86, com uma variação 561%.  O valor do prato feito pode custar de R$ 10 a R$ 24,90, com uma variação de 149%. Já o marmitex grande varia de R$ 10 a R$ 27, com uma variação de 170%.

Os preços, segundo os estabelecimentos, são justificados pelo aumento da energia, água, carnes e gás de cozinha no primeiro semestre. 

O valor da comida a quilo que custava em média R$ 40,68, subiu para R$ 45,44, um aumento de 11,70%. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link