PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

Melhores do futebol mineiro em 2017 são premiados na 55ª edição do Troféu Guará

Por Redação, 06/02/2018 às 15:47

Texto:

A noite desta segunda-feira foi de festa para o futebol mineiro com a cerimônia de premiação da 55ª edição do Troféu Guará. O evento, realizado no Buffet Catharina, no Bairro Estoril, Região Oeste de Belo Horizonte, marcou a entrega do mais tradicional troféu esportivo de Minas Gerais aos melhores atletas, clubes e dirigentes de 2017.

Sob o comando de Milton Naves e Álvaro Damião, a solenidade de premiação contou com a presença do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), além dos dirigentes de América (Marcus Salum e Alencar da Silveira Júnior), Atlético (Sérgio Sette Câmara, Lásaro Cândido da Cunha e Alexandre Gallo) e Cruzeiro (Wagner Pires de Sá e Itair Machado).

Assista à íntegra da cerimônia:

Destaque de 2017 em Minas com dois troféus (Craque do Ano e melhor meia da Seleção Guará), Thiago Neves, do Cruzeiro, se mostrou feliz com o Guará conquistado em sua primeira temporada no futebol mineiro.

“Fico feliz pelo ano que a gente fez. Individualmente, tinha muita desconfiança quando eu cheguei, pela recepção que foi e por ter sido a principal contratação do ano. É uma responsabilidade muito grande, mas eu consegui mostrar dentro de campo que eu ainda estava em alto nível e que tinha condições de mostrar muita coisa. Hoje recebo o prêmio de Craque do Ano”, declarou. “Você entra para a história do clube, para a história do Troféu Guará. Estou muito feliz em receber essa premiação que para a minha carreira é muito bom”, completou.

Thiago Neves também relembrou a frase dita por ele na premiação do ano passado. Recém-contratado pela Raposa na época, o meia compareceu à festa do Guará somente para entregar o troféu para o volante Henrique. “Como havia dito no ano passado, esse negócio de entregar premiação não é comigo, gosto de vir para receber”, brincou.

Eleito o melhor meia da Seleção Guará ao lado de Thiago Neves está o venezuelano do Atlético, Otero. O camisa 11, que se destacou no ano passado pelas cobranças de falta, destacou o fato de um jogador de seu país conquistar o prêmio. “Só tem jogadores de muita qualidade. Estou feliz de estar neste time. É difícil para um venezuelano conseguir este tipo de prêmio. Este prêmio é para a minha família e para a Venezuela”, celebrou.

Dirigente do Ano pela segunda vez em três anos, o integrante do Conselho Administrativo do América, Alencar da Silveira Júnior, comemorou mais um Troféu Guará e destacou a democracia do prêmio.

“A Itatiaia tem um voto. Os outros são 32 votos para quem vem de fora. Não se pode falar que a Itatiaia puxa para fulano. É o reconhecimento da imprensa mineira. O que a Itatiaia faz mostra que pode se fazer diferente de todo o Brasil. Esse é o prêmio da crônica mineira, são os jornalistas que escolhem que é o melhor”, disse.

O diretor-presidente da Rede Itatiaia, Emanuel Carneiro, destacou a importância do troféu em Minas Gerais para o futebol mineiro. “O Troféu Guará tem mais de 50 anos de história e fez passar por este palco toda a história do futebol mineiro, os grandes jogadores, os grandes técnicos e grandes dirigentes e os grandes títulos. A escolha foi feita com toda a lisura possível e representou a temporada de 2017. O que esperamos é que em 2018 venham os títulos nacionais, grandes revelações, que os clubes mineiros consigam pagar os seus compromissos financeiros e que tudo de bom aconteça com o nosso futebol”, frisou.

Homenagem a Eduardo Maluf

As festividades no Buffet Catharina deram uma pausa para homenagear Eduardo Maluf, que faleceu em junho do ano passado em decorrência de um câncer. O ex-diretor de futebol de Atlético e Cruzeiro foi homenageado com o Troféu Guará Especial. Assista:

Premiação

O destaque desta edição foi o Cruzeiro que, na temporada do pentacampeonato da Copa do Brasil, teve seis atletas na Seleção Guará, o jogador revelação e o craque do ano. Além disso, o clube celeste recebeu os prêmios pelos títulos do Campeonato Brasileiro Sub-20 e da Supercopa Sub-20.

O Atlético ficou com três jogadores na seleção e foi lembrado, também, pelos títulos do Campeonato Mineiro, do Estadual Sub-20 e da Copa do Brasil Sub-20. A equipe ainda teve o artilheiro da temporada, Fred, com 30 gols, e que atualmente está na Raposa. Representado pelo empresrário Gustavo Faria, o lateral-direito Marcos Rocha, emprestado ao Palmeiras, recebeu o oitavo Guará consecutivo.

Campeão Brasileiro da Série B, o América foi representado pela dupla de zaga da Seleção Guará, o melhor dirigente de 2017, Alencar da Silveira, o técnico do ano, Enderson Moreira, e o preparador físico Edy Carlos.

Pelo segundo ano seguido, Igor Junio Benevenuto foi escolhido o melhor árbitro da temporada em Minas.

O Guará especial foi em homenagem ao ex-diretor de futebol de Atlético e Cruzeiro Eduardo Maluf, que faleceu em junho do ano passado.

Confira a Seleção Guará:

Goleiro: Fábio (Cruzeiro)

Lateral-direito: Marcos Rocha (Atlético)

Zagueiros: Rafael Lima (América) e Messias (América)

Lateral-esquerdo: Diogo Barbosa (Cruzeiro)

Volantes: Henrique (Cruzeiro) e Hudson (Cruzeiro)

Meias: Thiago Neves (Cruzeiro) e Otero (Atlético)

Atacantes: Arrascaeta (Cruzeiro) e Fred (Atlético)

TROFÉU GUARÁ POR TÍTULOS E ARTILHARIA

América (campeão Brasileiro Série B)

Cruzeiro (campeão Brasileiro Sub-20)

Cruzeiro (campeão da Supercopa Sub-20)

Cruzeiro (campeão da Copa do Brasil)

Atlético (campeão Mineiro)

Atlético (campeão Mineiro Júnior Sub-20)

Atlético (campeão Copa do Brasil Sub-20)

Fred do Atlético (artilheiro da temporada) - 30 gols

DEMAIS PRÊMIOS

Dirigente do Ano: Alencar da Silveira Júnior (América)

Jogador Revelação: Murilo (zagueiro do Cruzeiro)

Melhor Árbitro do Ano: Igor Júnio Benevenuto

Craque do Ano: Thiago Neves (meia do Cruzeiro)

Técnico do Ano: Enderson Moreira (América)

Preparador Físico do Ano: Edy Carlos (América)

GUARÁ ESPECIAL

Eduardo Maluf (homenagem póstuma)

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link