Notícias

Livre do risco de rebaixamento, Atlético promoverá volta de Victor no fim do Brasileirão

Por Agência Estado, 02/12/2019 às 19:19
atualizado em: 02/12/2019 às 19:27

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Livre de qualquer risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro após derrotar o Corinthians por 2 a 1, no último domingo (1º), o Atlético vai aproveitar as duas últimas rodadas finais do torneio para promover o retorno de um dos maiores ídolos da história recente. O goleiro Victor, recuperado de lesão, será utilizado pelo time, que vai receber o Botafogo na quarta-feira, no Mineirão, e visitará o Internacional no domingo, no Beira-Rio.

Victor não atua pelo Atlético desde 17 de julho. Depois, sofreu uma tendinite no joelho esquerdo e teve uma demorada recuperação, mas vinha figurando no banco de reservas desde 16 de novembro, quando o time encarou o Fluminense, no Maracanã, com Cleiton sendo o goleiro titular. "Vai ter. Dar oportunidade ao Victor de voltar a jogar, poder terminar o ano de 2019 de uma forma real, é muito importante", disse Mancini.

A vitória sobre o Corinthians levou o Atlético aos 45 pontos. O time, além de ter evitado o rebaixamento do Brasileirão, está na zona de classificação à Copa Sul-Americana, que neste momento vai da nona até a 14ª posição. O clube, semifinalista do torneio nesta temporada, indica a obtenção da vaga como algo importante, mas ainda assim vai aproveitar as rodadas finais do Brasileirão para fazer testes no time, como indicou Mancini.

"Tem outros atletas que se dedicaram durante o ano e merecem também uma chance. Não estou dizendo que vou descaracterizar o time, porque é importante vencer as duas partidas que faltam. Respeitamos os adversários, mas fazendo de tudo para vencer as partidas. Mas é importante também que se abra oportunidades para que outros atletas possam encerrar o ano de uma forma positiva", concluiu o treinador.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link