Notícias

Irregularidade na extração do Nióbio em Araxá é tema de debate na assembleia

Por Redação , 17/04/2019 às 09:33
atualizado em: 17/04/2019 às 10:04

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Jefferson Veloso/ALMG
Jefferson Veloso/ALMG

Denúncias de irregularidades no processo de extração de Nióbio, em Araxá, no Alto Paranaíba, e na partilha de recursos são tema de audiência pública nesta quarta-feira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. 

Atualmente, a exploração é feita pela Companhia Mineradora de Pirocloro (Comipa), que tem como acionistas a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) e a Companhia de Desenvolvimento do Estado (Codemig/Codemge).

Ouça a reportagem completa com Edilene Lopes

 As suspeitas surgiram em 2018 e a audiência desta quarta-feira foi proposta pelo deputado Ulisses Gomes (PT). 

“Ela tem como objetivo apurar denúncias a partir de uma auditoria realizada no momento da abertura de capital da Codemig/ Codemge em 2018 que naquele momento identificou procedimentos que apontam irregularidades no processo de extração do Nióbio em Araxá”, explica.

Ainda de acordo com Ulisses, se forem confirmadas as irregularidades, teriam sido praticadas durante um longo período. “(...) exige transparência e fiscalização permanente. É importante registrar que também já requeri, inclusive, uma segunda audiência pública para ouvir os atuais diretores das duas companhias (Codemge e Comipa)”, ressalta Ulisses.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link