PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

‘Inacreditável’ e ‘vontade de chorar’: Robinho se mostra incrédulo com situação do Cruzeiro

Por Redação/Agência Estado, 10/10/2019 às 00:35
atualizado em: 10/10/2019 às 00:36

Texto:

Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

O clima no Cruzeiro é cada vez mais delicado e, após mais um tropeço, dessa vez em empate sem gols em casa contra o Fluminense, os jogadores se mostraram abatidos na saída de campo. O meio-campista Robinho se mostrou incrédulo com o momento do Cruzeiro. 

“Inacreditável, não sei nem o que falar. Vontade de chorar porque a gente não tem explicação”, resumiu o jogador.

Muitos atletas cruzeirenses deixaram o gramado do Mineirão cabisbaixos e buscando entender o momento pelo qual o elenco passa. O zagueiro Fabrício Bruno chegou a descer para os vestiários chorando.

Com o resultado, o Cruzeiro permanece afundado na zona de rebaixamento, na 18ª posição, com 21 pontos, quatro a menos que o CSA, primeiro clube fora do Z4. Nas 14 rodadas que restam, a Raposa terá que obter um aproveitamento superior a 50% para escapar da degola.

Henrique reclama de gol anulado pelo VAR

O volante Henrique foi na direção contrária e teceu críticas à atuação do árbitro de vídeo. Após o apito final, o camisa 8 foi até o árbitro Jean Pierre questioná-lo sobre a interpretação da falta de Robinho em Gilberto no início da jogada que terminou com gol de Fred.

O VAR viu uma irregularidade no lance em que o jogador do Cruzeiro acertou o pé no rosto do atleta do Fluminense quando caía no chão na disputa de bola.

“Totalmente errada (a interpretação). O Robinho está caindo e não tem intenção nenhuma de fazer a falta, nem olha para o jogador. O VAR interfere toda hora, eles têm que saber interpretar”, esbravejou.

Fábio pede reação

Um dos líderes do elenco, o goleiro Fábio tomou a frente para defender os jogadores e afirmar que não é hora de lamentar, mas buscar forças para reagir nos próximos jogos. "A gente não pode ficar lamentando, a gente joga em uma grande equipe, a pressão é para ser resolvida dentro de campo. Não adianta baixar a cabeça. Enquanto tiver jogos e a gente tiver forças, temos que lutar. A gente tem que lutar pelo torcedor e pela camisa do Cruzeiro", disse.

O goleiro também comentou o gol de Fred anulado. O centroavante marcou aos seis minutos, mas após a consulta do VAR, o árbitro gaúcho Jean Pierre Gonçalves Lima viu falta de Robinho no lance.

"Lutamos, lutamos, lutamos, fizemos um gol, mas infelizmente não valeu novamente. Agora é continuar lutando que uma hora as coisas vão dar certo e vamos voltar a vencer", concluiu.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link