Notícias

Impunidade contribui para alta do roubo de cargas nas estradas de Minas Gerais

04/08/2017 às 15:32
atualizado em: 04/08/2017 às 15:30

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Rafael Nontato/Itatiaia

Em dois anos, uma série de investigações do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) em Uberlândia resultou na prisão de mais de 50 pessoas envolvidas com roubos de cargas nas rotas do medo do Triângulo Mineiro. No esquema milionário, quadrilhas eram extorquidas por policiais civis que não denunciavam os crimes em troca de propinas.

A Polícia Civil esclareceu que a operação foi realizada pelo órgão corregedor da instituição em conjunto com o MPMG, e que todas as medidas administrativas e legais estão sendo tomadas. Agentes do Departamento de Operações Especiais (Deoesp), em Belo Horizonte, incluindo delegados, faziam parte do esquema.

A última fase da operação foi deflagrada no início de julho, no Triângulo, e mais policiais foram detidos, conforme o MPMG. Mas atualmente, beneficiados pela lei, a maioria está solta, como lamenta o coordenador do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), Daniel Marotta.

"A sensação é de que a gente não vai conseguir combater o crime sozinho. Não diria que é uma sensação de enxugar gelo, porque quando você consegue tirar um criminoso de circulação, ainda que não pelo tempo que você deseja, você diminui pelo menos a periculosidade para a sociedade naquele tempo", conta.

O vice-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do Triângulo (Settrim), Cleiton César da Silva, critica a falta de penas mais pesadas para receptadores. "Como se trata de consumo de alto giro, produtos de alimentação, higiene, limpeza, as quadrilhas roubam e já dá a venda imediata daquilo. Enquanto não houver um trabalho em cima da recepação, acho que os números vão continuar aumentando", afirma.

Conforme informamos no início dessa série especial, o número de roubos a cargas subiu 200% em Minas nos últimos cinco anos. Só nos registros da Policia Rodoviária Federal foram 872. O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Norte de Minas (Sindnor), Antônio Henrique Sapori, também reclama da legislação. "As leis do país não são feitas para punir esses elementos. Os verdadeiros criminosos continuam soltos, rindo da nossa cara."

As penas para furto e roubo de carga podem chegar a 15 anos de prisão, mas dependendo da gravidade, podem ser aumentadas. Já para o receptador, a média chega a no máximo quatro anos.  Em Minas, algumas propostas pretendem punir com mais rigor quem compra produtos desse tipo, segundo a Federação das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de Minas Gerais (Fetcemg).

"Nós estivemos trabalhando junto com a Secretaria de Estado da Fazenda e, recentemente, tivemos uma audiência com o governador Fernando Pimentel, que se entusiasmou muito com a ideia de suspensão do CNPJ de empresas receptadoras de carga roubada. Isso reduz o mercado de transferência da carga roubada", ressalta o assessor jurídico da Fetcemg, Paulo Teodoro.

Na Assembleia Legislativa, também está pronto para ser votado em plenário um projeto que cria o Sistema Estadual de Prevenção, Fiscalização e Repressão ao Roubo de Cargas.

Atualmente, a violência nas estradas é o grande problema para os caminhoneiros que, historicamente, sempre colocaram as más condições das estradas como o principal entrave. Para Bruno Batista, diretor executivo da Confederação Nacional do Transporte (CNT), isso se deve à velocidade dos crimes, que aceleraram. "Os números mostram que o crescimento do nível de violência foi muito rápido. É natural que os condutores percebam isso como uma situação mais emergencial a ser resolvida", relata.

Quem trafega pelas rotas do medo, não vê otimismo no horizonte. "Eu já cheguei a falar 'vou desistir, vou entregar o caminhão porque não dá mais'. Só por Deus eu não desisti, porque estou pensando seriamente em parar. Você não dorme mais em paz, não tem mais tranquilidade. Só não é impossível porque Deus tem misericórdia de pai de família", diz um caminhoneiro.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Relacionados do @SaoPauloFC para o jogo contra o @atletico. (Via @alvarodamiao) https://t.co/PHepQ5F1lu

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    RT @somostodosjoaoa: Meus irmãos brasileiros salvem meu filho pelo amor de Deus 😢 vai ao henocentro + próxi faz 1 cadastro d doação d medu…

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Empresa que vai abrir a caixa-preta do transporte público de BH deve ser conhecida hoje - http://bit.ly/2g8oQzJ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Helicóptero da Itatiaia sobrevoa o Anel Rodoviário, onde um acidente complica o trânsito no sentido Vitória #voecomaitatiaia #trânsitoenaitatiaia

    Acessar Link