Notícias

Idoso que acessa a internet pode evitar problemas de saúde e aumentar independência

Por Jacqueline Moura/Itatiaia, 02/08/2019 às 08:58
atualizado em: 02/08/2019 às 08:58

Texto:

Foto: EBC
EBC

O número de pessoas com mais de 60 anos que uso usam a internet cresceu mais de 50% no Brasil. A tecnologia cada vez mais torna-se aliada para os idosos, que estão conectados como os jovens. E a internet é o primeiro passo para o acesso a outras ferramentas tecnológicas que beneficiam não apenas a mente, mas o corpo. 

Especialistas defendem que a tecnologia pode evitar o isolamento dos idosos, impedindo assim doenças como a depressão. Além disso, aumenta o acesso aos serviços públicos e proporciona maior autonomia para executar tarefas básicas do dia a dia. Ferramentas como calculadora, GPS, aplicativos de bancos e laboratórios facilitam a vida do idoso que consegue resolver vários problemas sem sair de casa, inclusive acessar resultados de exames. 

Para Maria da Glória Gonçalves, de 66 anos, o uso da internet acabou facilitando muito a execução de tarefas do dia a dia, além de ter a aproximado ainda mais da família. “Internet pra mim é uma mão na roda. Consigo pagar as contas pelo celular e pegar resultado de exames sem precisar ir ao posto de saúde, o que facilitou bastante minha vida. Agora sobra mais tempo pra ficar com meus quatro netinhos. Também me aproximei mais da família, que mora na Bahia. Pelo face a gente coloca o papo em dia. Por lá, eu também sei tudo que acontece na minha cidade natal”, detalha a aposentada.

Apesar de o acesso de idosos à internet ter aumentado, o número total ainda é pequeno. De acordo com um estudo da Universidade Aberta da Catalunya, apesar do aumento de 56% entre 2015 e 2017, só um em cada quatro idosos utilizou a internet em 2017. Nas ruas essa é uma realidade fácil de constatar. Entre aqueles com mais de 60 anos, o uso de tecnologias ainda é um desafio que muitos resistem. 

Para a aposentada Ivone Soares da Silva, de 68 anos, o celular só é usado mesmo para fazer e receber ligações. “Só uso celular para atender e desligar e mais nada. Não uso whatsapp, não dou conta desse negócio não. Não entra na minha cabeça, então não adianta. Não vale nem tentar”, detalha. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link