Notícias

Homem suspeito de se passar por médico em UPA de Santa Luzia presta depoimento e é liberado em BH

Por Redação, 12/06/2019 às 14:39
atualizado em: 12/06/2019 às 20:33

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O homem suspeito de se passar por médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Benedito, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, se apresentou na manhã desta quarta-feira na delegacia da Polícia Civil da cidade. 

Gabriel Valentim Cabral, de 22 anos, prestou depoimento e foi liberado.

O caso foi descoberto no último sábado (8) quando médicos da UPA desconfiaram que Gabriel poderia não ser formado em medicina. Ele se apresentou na unidade na manhã de sábado dizendo que iria substituir uma funcionária. O suspeito havia atendido dois pacientes quando funcionários perceberam que uma das receitas que ele passou estava errada.

Após ser pressionado por colegas, ele admitiu que era residente e estava tentando regularizar a situação profissional dele. Gabriel fugiu antes da chegada da polícia e estava foragido desde então.

De acordo com a delegada Adriana das Neves Rosa, o suspeito planejou cada passo para conseguir se passar por médico. "  [Ele] é uma pessoa fria e calculista, se apresentou bastante calmo. Ele relata que teve um problema de saúde recente e que precisou tomar algumas medicações. A partir daí ele teve interesse em ingressar na medicina".

Segundo o advogado do suspeito, Alberto Medrado, o Gabriel tem problemas psicológicos, e não foram exigidos documentos para que ele trabalhasse na UPA. "Ele imagina-se como médico, ele porta-se como se fosse médico. Se você conversar com ele por 10 minutos, ele lhe atendendo como se fosse médico, você percebe claramente que ele não é. Não tem como ele enganar alguém. Mas ele portou-se assim porque ele tem o sonho de ser médico".

Conforme Medrado, dias antes Gabriel ligou para a unidade e perguntou o que deveria ser feito para trabalhar como substituto de médico. Ele se inscreveu e minutos depois ligaram para ele oferecendo a oportunidade de substituição no sábado (8). 

Um representante da prefeitura de Santa Luzia acompanhou o depoimento e informou que foi aberto um procedimento para investigar como Gabriel conseguiu se passar por médico e se teve alguma facilidade por parte de algum funcionário.

Leia também:

Polícia procura falso médico que atendia em Upa de Santa Luzia, na Grande BH

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link