Notícias

Homem é condenado a mais de 136 anos de prisão por estuprar pelo menos cinco crianças em BH

Por Redação , 11/09/2019 às 14:25
atualizado em: 11/09/2019 às 14:34

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

A Polícia Civil apresentou nesta quarta-feira detalhes da prisão de um homem que foi condenado a mais de 136 anos de prisão por ter abusado sexualmente de pelo menos cinco meninas em Belo Horizonte. A sentença foi dada na última semana, mas o homem de 44 anos, que não foi identificado, só foi encontrado nessa terça-feira (10), na Vila Iris, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

As investigações começaram em janeiro de 2018, quando uma cunhada do homem viu uma foto da filha dela, de 11 anos, nua e em pose sensual no telefone do condenado. A menina contou para a mãe que era molestada pelo tio desde que tinha 8 anos. Outra sobrinha dele também disse ser molestada desde que tinha 4 anos. 

O inquérito foi entregue à Polícia Civil com a denúncia de cinco vítimas entre 4 e 10 anos: três sobrinhas e duas vizinhas do homem. Os abusos ocorreram em 2015 no bairro Serra, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, e iam de toque a sexo oral. Em alguns casos o homem tentava penetração e chegou a romper o hímen de uma criança de 5 anos. 

O condenado foi preso após as denúncias, mas teve que ser solto por determinação da Justiça por excesso de prazo, que é quando o detento fica preso por mais tempo do que o prazo permitido pela lei, que é de 180 dias. 

O homem é casado e pai de oito filhos. A polícia acredita que pelo menos uma das filhas dele também possa ter sofrido abuso.  

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link