System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]

Notícias

Grupo feminino Fifth Harmony anuncia três shows no Brasil no mês de outubro

Por Agência Estado , 09/08/2017 às 21:41
atualizado em: 09/08/2017 às 21:39

Texto:

O grupo feminino Fifth Harmony, de sucessos como Worth It e Work From Home, anunciou nesta quarta-feira, 9, que fará três shows no Brasil em outubro, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. 

Formado por Dinah Jane, Lauren Jaregui, Normani Kordei e Ally Brooke, o grupo está prestes a lançar um álbum autointitulado, no final de agosto, que será o terceiro da carreira e o primeiro desde a saída da ex-integrante Camila Cabello. 

As apresentações no País serão nos dias 4 de outubro, em Belo Horizonte, 6 no Rio de Janeiro, e 7 de outubro em São Paulo. Locais e preços de ingressos ainda serão confirmados. Além de Brasil, a turnê do Fifth Harmony pela América Latina passa ainda por Chile, Argentina, México, Panamá e Costa Rica. 

Criado com a junção de cinco participantes do reality show The X-Factor, dos EUA, em 2012, o grupo Fifth Harmony, que hoje é um quarteto, já esteve três vezes no Brasil. A mais recente visita foi num evento fechado em dezembro de 2016. 

O álbum autointitulado do quarteto será lançado no dia 25 de agosto e conta com singles como Down, pareceria com o rapper Gucci Mane.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Raquel Dodge não quer mais receber auxílio-moradia; benefício é de R$ 4,3 mil mensais: https://t.co/rxjlnVj3XA https://t.co/sP9N1KY2fg

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Há dificuldades, mas dificuldades são herdadas e estamos combatendo', diz Temer: https://t.co/UbBz8jeswI https://t.co/mFFGmvZQJF

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Benefício de R$ 4,3 mensais é pago a mais de 17 mil magistrados e quase 13 mil procuradores do Ministério Público Federal.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Maia estaria receoso de os deputados aprovarem a criação de um fundo público para bancar as campanhas enquanto o Senado discute uma PEC para ressuscitar o financiamento privado.

    Acessar Link