Auto Truck CPM Interno

Notícias

Governo não divulga escala de julho e ainda deve parcela de maio a aposentados

Por Redação , 05/07/2018 às 08:49
atualizado em: 05/07/2018 às 09:14

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Secom
Secom

Na véspera do quinto dia útil do mês de julho, o Governo de Minas ainda não concluiu o pagamento da terceira parcela referente ao mês de maio para servidores aposentados que recebem mais de R$ 6 mil. O atraso do atraso deixa milhares de pessoas desesperadas. 

CLIQUE AQUI E OUÇA AS INFORMAÇÕES COM EDILENE LOPES!

Servidores ligam sem parar para a redação da Rádio Itatiaia em busca de uma posição oficial do governo. Alguns chegam a chorar, dizendo que precisam do dinheiro para necessidades essenciais, como alimentação, contas de luz e água e remédios.

Além do atraso referente ao mês de maio, o cronograma de pagamento para este mês ainda não foi divulgado. Questionada, a Secretaria de Fazenda fica em silêncio sobre a situação. 

“Até o presente momento, o governo não anunciou a escala de pagamento do mês de junho, que é paga no início de julho. A nossa preocupação é de mais atraso em cima de atraso. Veja que até agora não acertaram o mês de maio com os aposentados”, lamenta Geraldo Henrique, diretor do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos do Estado.

Apesar de o secretário Helvécio Magalhães ter dito que não há previsão para divulgação da escala de julho, fontes do governo afirmam que o trabalho interno é para divulgar as datas ainda nesta semana.

Codemig 

Dois processos que o governo de Minas tenta viabilizar para quitar dívidas e, assim, regularizar o pagamento do servidor do Estado estão paralisados. 

Um deles trata-se da venda de 49% das ações da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), e o outro de um empréstimo - que seria feito por meio da companhia - para arrecadar cerca de R$ 2 bilhões para o Estado. 

O problema é que o ano eleitoral deve atrasar ainda mais o andamento desses processos, segundo o presidente da Codemig, Marco Antônio Castelo Branco. 

Ainda não há, oficialmente, uma avaliação sobre o volume de recursos que o Estado poderá obter com as vendas das ações da Codemig, mas a estimativa é de que o valor seria de até R$ 3 bilhões.

A principal arrecadação da companhia vem da exploração de nióbio, em Araxá, onde a empresa detém o direito sobre uma reserva. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link