Notícias

Fluminense rebate vídeo homofóbico de vascaíno: 'Sexualidade é diversidade'

Por Agência Estado, 18/02/2019 às 12:49
atualizado em: 18/02/2019 às 14:31

Texto:

O Fluminense publicou nota oficial nesta segunda-feira para repudiar a provocação de cunho homofóbico de um jogador do Vasco. Após a conquista da Taça Guanabara, neste domingo, com a vitória por 1 a 0 no Maracanã, o volante alvinegro Fellipe Bastos gravou um vídeo com provocações ao time tricolor, que rebateu o material com um manifesto contra a homofobia.

Reserva do Vasco, Bastos foi à cerimônia de premiação e gravou um vídeo ao lado de um funcionário do clube em que xingou o Fluminense. "Série C do c... Vai tomar no c... Time de v...Time de v...", cantou o jogador. O material se espalhou rapidamente pelas redes sociais e levou a diretoria do Fluminense a divulgar na manhã desta segunda-feira uma nota.

Veja

O clube tricolor afirmou que a manifestação do jogador diminui a vitória vascaína e cobrou respeito à população LGBT do Brasil. "Sexualidade é diversidade. A intolerância não pode ter mais espaço na nossa sociedade. O Fluminense é um #TimeDeTodos, como todo clube deveria ser. E lamenta que alguns ainda deem lugar para o preconceito", escreveu.

A final da Taça Guanabara foi marcada por confusões entre as duas diretorias. A divisão de setores no Maracanã causou briga nos bastidores e indefinição para a torcida. Com bastante confusão do lado de fora do estádio, os torcedores só puderam entrar no local com cerca de 30 minutos do primeiro tempo.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️Diretoria do Cruzeiro é investigada por indícios de negociações irregulares e pagamentos suspeitos, revela report… https://t.co/OR3LD8Eedi

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽As acusações foram reveladas pelo ‘Fantástico’, da TV Globo, na noite deste domingo

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Manifestantes saíram em defesa de temas como a reforma da Previdência e o pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. A pauta dos atos foi marcad...

    Acessar Link