Notícias

Ex-policiais que cometem crime ficam em ala separada na penitenciária Nelson Hungria

Por Renato Rios Neto , 24/08/2017 às 16:29
atualizado em: 31/08/2017 às 15:30

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

Renato Rios Neto

Servir e proteger. Esse é o lema do bom policial, que arrisca a própria vida para defender a sociedade, mas infelizmente há aqueles que se desviam da retidão esperada de um agente da lei.

Na penitenciária Nelson Hungria há um pavilhão apenas para policiais condenados. Servidores da segurança pública que foram julgados e agora estão juntos com aqueles que deveriam ser os seus inimigos.

A linha entre a lei e o crime, tênue, metafórica, mas que, se cruzada, pode ter graves consequências.

É o caso do ex-policial civil José Lúcio de Oliveira Milagres, de 51 anos, que está na unidade há 14, condenado por assalto, sequestro, estupro, extorsão e tortura. "Dizem que eu tenho 45 homicídios. Até hoje eu não tenho nenhuma condenação por homicídio", destaca.

Milagres reconhece que é preciso pagar pelos erros e conta como é um pouco da vida como detento. "É triste, né? É ruim estar preso. O ser humano não nasceu para ficar encarcerado, não. Eu, particularmente, tenho consciência de que estou colhendo o que plantei", admite o ex-policial, ressaltando que não há regalias no pavilhão.

Ele diz que entender essa situação ajuda a lidar melhor com a prisão. "Se a gente reconhecer isso, a gente sofre menos. Aí você vai amadurecendo. O que mata mesmo a gente de tristeza é a saudade da família."

Mas como é o convívio entre quem deixou a farda e os outros presos? A resposta vem do ex-militar Cléber de Oliveira, de 30 anos, condenado a cinco anos e sete meses de detenção por assalto à mão armada.

"Fato isolado, alguns têm aquela animosidade, porque muitos dos que estão aqui prenderam outros de outros pavilhões. Há uma preocupação da unidade em sempre manter afastado, garantindo a segurança tanto do preso comum como dos ex-servidores", conta.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Protagonista da vitória do Galo no Independência, Otero celebra golaço do meio-campo: https://t.co/PwjpoA9s3R https://t.co/PAbJ1rIE2j

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Com direito a golaço de Otero, Atlético vence o Coritiba e segue vivo pela Libertadores: https://t.co/y0TXjyn31k https://t.co/booP47bVKX

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Protagonista da vitória do Galo no Independência, Otero celebra golaço do meio-campo: https://goo.gl/1rXYXy

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Com direito a golaço de Otero, Atlético vence o Coritiba e segue vivo pela Libertadores: https://goo.gl/sYGRKD

    Acessar Link