Precon - Maxiboard - Internas

Notícias

'Eu não entrei lá para matá-la', afirma homem suspeito de matar ex-companheira em Sarzedo

Por Redação, 12/09/2018 às 14:29
atualizado em: 12/09/2018 às 15:50

Texto:

Foto: Divulgação
Divulgação

Preso na manhã desta quarta-feira, Walisson Alvarenga Chaves, de 39 anos, diz em entrevista que nunca teve a intenção de matar sua ex-namorada, Claudiane Silva Cardoso Ferreira, de 39 anos. O crime aconteceu na última quarta-feira (5), depois que o homem entrou com um facão na escola em que Claudiane dava aula, a ameaçou e a obrigou a sair do local. 

OUÇA A REPORTAGEM COMPLETA COM OSWALDO DINIZ!

"Eu não entre lá com esse intuito, fui até ela, com certeza, forçando uma conversa, porque se a intenção fosse matá-la, no primeiro contato que eu tive com ela, eu tinha esfaqueado ela. Eu não entrei lá para poder matá-la, eu usei sim uma faca pra tirar, mas não foi com essa intenção", afirmou.

Claudiane foi encontrada poucos metros depois da escola de onde foi tirada, mas mesmo socorrida e levada para a UPA de Sarzedo não resistiu aos ferimentos. Sobre a suspeita de que ele teria empurrado Claudiane do carro, Walisson disse que não faria isso e que estava dirigindo, o que impossibilitaria a ação. 

Segundo testemunhas, Walisson teria cometido o crime porque não aceitava o fim do relacionamento com Claudiane, que já tinha uma medida protetiva contra ele. Ele negou essa possibilidade e disse que o culpado pela situação é o ex-marido da vítima. "Assim que ela deu entrada no papel do divórcio, o marido dela começou a ligar e começar a ameaçar ela. Eu acredito que pesou o fardo dos filhos, então ela abriu mão de uma pessoa que tava com ela, cuidando dela e colocou o peito porque o marido dela tentou matar duas vezes ela, do que prosseguir nesse ralacionamento", explicou.

Walisson foi encontrado no Bairro Durval de Barros, em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na casa de uma ex-companheira. Ele disse que após o crime ficou escondido em um matagal 4 km a frente do local do acontecimento. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⛈️ Morte de mãe e filha na Vilarinho choca vizinhos e familiares na Região do Barreiro. - https://t.co/HkzS6bnh7H https://t.co/9oLRAzarzS

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    🌩️ Vizinhos confirmaram ao repórter Oswaldo Diniz que a mãe era muito religiosa. Por isso, eles acreditam que Cristina segurava um terço no momento da tragédia.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Prefeito Kalil assume culpa por mortes na Vilarinho e promete: 'Não vai ficar assim'. - https://bit.ly/2OMZN0C

    Acessar Link