20180819 - Unimed - Viver Bem - Interna 1

Notícias

O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, passou a manhã de Natal com a população em situação de rua em celebração no local onde é construída a Catedral Cristo Rei, no Bairro Juliana, na Região de Venda Nova.

Arcebispo de BH

Por Editoria de web, 11/08/2016 às 07:56

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Arquidiocese de BH/Divulgação
Foto: Arquidiocese de BH/Divulgação


O arcebispo metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, passou a manhã de Natal com a população em situação de rua em celebração no local onde é construída a Catedral Cristo Rei, no Bairro Juliana, na Região de Venda Nova.

Ele admitiu que é um desafio acabar com a intolerância e o preconceito contra os moradores de rua, maltratados e considerados invisíveis por muita gente. Segundo ele, isso “permanecerá sempre porque os nossos corações são endurecidos”.

“Muitas vezes, estamos mais interessados, como diz o papa Francisco, naquilo que nos define como mundanismo espiritual. Queremos colocar a garantia para nós, nossa comodidade e, quando isso acontece no coração humano de governantes, de formadores de opinião, de construtores da sociedade, o olhar sobre os pobres fica cego”, declarou.

Fábio Quintinho Barbosa, de 43 anos, esteve na celebração. Ele saiu de casa após brigar com a família por causa de herança e relata a dificuldade de arrumar emprego.

“Muitas vezes, a gente fica na situação de rua por não conseguir sair dela, porque, para trabalhar, precisa de comprovante de endereço. Em situação de rua, não há condições de fornecer o comprovante. Aí pegamos o [endereço] do albergue e eles não aceitam”, conta.

Ele pede que as autoridades públicas ajam para resolver essa questão. “O governo deveria pelo menos facilitar para as pessoas que estão em situação de rua porque, se eu conseguir um emprego, não precisa de o governo me ajudar. Eu mesmo consigo as coisas, sozinho. A pessoa em situação de rua não é vagabunda, é que as exigências das firmas não ajudam”, criticou.

Confira a reportagem de Edilene Lopes

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Caminhão com retroescavadeira bate e danifica uma das vigas de viaduto no Complexo da Lagoinha:… https://t.co/y2BBOgs9iO

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    De acordo com a Polícia Militar, a viga saiu do lugar com o impacto. A Defesa Civil está no local fazendo a vistoria do viaduto para saber se a estrutura corre o risco de cair.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O resultado mantém as duas equipes coladas na classificação, separadas por apenas um ponto, e em posições intermediárias

    Acessar Link