Unimed Ago-Set Maxi Internas CPM

Notícias

Demora da Vale para atender demandas não surpreende: ‘Descompromisso muito grande’

Por Redação, 07/02/2019 às 10:36
atualizado em: 07/02/2019 às 11:05

Texto:

Foto: Bruno Drumond/ Estadão Conteúdo
Bruno Drumond/ Estadão Conteúdo

A postura da Vale em endurecer o diálogo para ressarcir os atingidos pelo rompimento da Barragem I da Mina do Feijão em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte, não surpreende. De acordo com moradores da comunidade do Parque da Cachoeira, uma das áreas mais atendidas, já era esperado a demora para reparar os prejuízos.

“A atitude da Vale é sempre essa. A comunidade está carente de uma resposta. O povo está desorientado e necessitado e a Vale mais uma vez mostra que tem um descompromisso muito grande. Ela não se importa com o que fala que é o lema dela: a vida em primeiro lugar”, desabafa Osvani Assis, integrante da comissão dos atingidos. 

Dois encontros entre os ministérios públicos estadual e federal com a mineradora terminaram sem consenso. Com isso, moradores das áreas atingidas continuam sem o recurso pedido para o pagamento de dívidas, manutenção da família, entre outros gastos. 

“As pessoas ainda não têm casa, alimentação vai faltar. As pessoas têm dívidas e estão impossibilitadas de trabalhar e locomover. Elas estão trancadas a mercê de uma empresa que não mostra quais são seus devidos valores”, diz Osvani. 

Leia também:

Vale ganha mais tempo para analisar medidas de reparação aos atingidos pelo desastre

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Jogador balançou a rede mais uma vez, mas não foi suficiente para vencer.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Raposa ficou perto de vencer a primeira fora de casa no Brasileiro.

    Acessar Link