DIGI+ Campeão Mineiro - Internas

Notícias

O jogador terá que ser submetido a uma cirurgia no joelho direito e tem previsão de retorno de seis a oito meses. Assim, corre o risco de só voltar a jogar no segundo turno do Brasileirão.

Seis a oito meses

Por Redação/Agência Estado, 07/07/2016 às 22:37

Texto:

Foto: Washington Alves/Light Press
Foto: Washington Alves/Light Press

O Cruzeiro perdeu mais um titular para a disputa da Copa Libertadores. Depois de Egídio, Ricardo Goulart e Marcelo Moreno deixarem o clube, o zagueiro Dedé também vai ter que sair do time. O jogador terá que ser submetido a uma cirurgia no joelho direito e tem previsão de retorno de seis a oito meses. Assim, corre o risco de só voltar a jogar no segundo turno do Brasileirão.

Dedé se lesionou no dia 5 de novembro do ano passado, no empate com o Santos, por 3 a 3, na Vila Belmiro, pela semifinal da Copa do Brasil. O Cruzeiro tentou tratamentos mais conservadores, mas nesta sexta-feira foi constatada que não há outra solução senão uma cirurgia para reparar o ligamento cruzado posterior do joelho direito. A operação acontecerá na próxima terça-feira, no Rio de Janeiro. O procedimento será conduzido por José Luiz Runco, ex-médico da Seleção Brasileira.

“No final do ano, o atleta passou por um episódio que demandou um tratamento não cirúrgico. O jogador vinha evoluindo bem, com melhoras. Ele se reapresentou melhor, mas em condições abaixo do que a gente esperava. Em cima disso e de novos exames, a gente indicou a cirurgia justamente para que já se solucione de uma vez o problema dele e que não seja estendida uma expectativa de evolução. O tempo de recuperação do atleta será de seis a oito meses”, explicou o médico Sérgio Freire Júnior.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Na primeira viagem ao Nordeste, Jair Bolsonaro é alvo de crítica de governadores: https://t.co/aFuZZzslUf https://t.co/oQU9Zl8lR7

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Com os dois novos parceiros, clube chega a 11 marcas no uniforme em 2019

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Atualmente, há 9 mil policiais civis no estado. Segundo ele, o ideal são 18 mil.

    Acessar Link