Notícias

Cuidados com a saúde no verão: saiba como deve ser a alimentação e a hidratação 

Por Jacqueline Moura/Itatiaia, 21/12/2018 às 11:29
atualizado em: 21/12/2018 às 11:40

Texto:

O verão, estação mais quente do ano, começa oficialmente nesta sexta-feira. A tendência é que as temperaturas fiquem cada vez mais altas. Além do bronzeado, aparecem os riscos de doenças por causa do calor. O recomendado é hidratar mais, preferir o consumo de alimentos saudáveis, usar roupas mais leves e aplicar frequentemente o protetor solar. 

Para o clínico geral José Francisco Zumpano, da Unimed-BH, é preciso ficar atento às doenças que estão diretamente ligadas ao calor, como a desidratação e a insolação. “São doenças típicas do verão e podem causar incômodos e até levar a casos mais graves, principalmente nos idosos e crianças que são as principais vítimas nesta época”, alerta.  

De acordo com o especialista, a desidratação ocorre por conta da perda de água no organismo, por isso a orientação é manter o corpo sempre hidratado e aumentar o consumo de líquidos. Uma dica é prestar atenção à cor da urina, se ela amanhecer muito escura é porque o organismo precisa de mais água. “No calor também temos o vento que não deixa perceber a desidratação, por isso a pessoa perde líquido e passa mal. O recomendado é beber de dois a três litros de água durante os dias mais quentes. Crianças e adultos mais idosos que têm dificuldade com o autocuidado precisam de mais ajuda nesse momento”.

A insolação é muito comum quando ficamos expostos ao sol por muitas horas sem proteção solar. “Usar o protetor solar para evitar o contato da pele direto com o sol é essencial nessa época. Por isso, a recomendação é a mesma: usar protetor diariamente, evitar a exposição das 10h às 16h, usar roupas leves e mais claras e, se possível, usar bonés, chapéus e óculos escuros com proteção ultravioleta para evitar queimaduras na retina”, destaca o médico. 

A alimentação no verão deve ser mais leve. “Quando ingerimos comidas muito pesadas, o sangue acaba concentrando na região abdominal para ajudar na digestão, e o ideal é ele circulando por todo o corpo para mantê-lo mais fresco. Por isso, prefira sucos naturais, água de coco, chá gelado e alimentos leves. Evitar pães, torradas, alimentos muitos gordurosos. Se possível, opte por ingerir gorduras mais leves como abacate, coco e castanhas”, aconselha.
 
Os ambientes devem ser mantidos sempre frescos. “Uma dica muito prática para os ambientes internos é manter uma toalha molhada que melhora e umidifica o ar; o ventilador ou ar condicionado também devem ser usados, desde que com bom senso. Só cuidado para não deixar o ventilador direto na pessoa e verificar se o ar condicionado está livre de bactérias”, alerta o clínico geral. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    🙏"Meu Deus, eu vos ofereço meus filhos;" Ore e compartilhe a oração desta terça-feira https://t.co/km4eeF7V35 https://t.co/ICMg8uDY5M

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O coronel lembra que o estado vive uma crise econômica importante e que isso deve interferir na Reforma da Previdência: “Todos devem estar preparados para ceder algo”.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Este mês se encontra abaixo da média histórica devido à influência de uma massa de ar quente, que também favoreceu as temperaturas elevadas. Leia!

    Acessar Link