System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]

Notícias

O líder do tráfico de drogas da Vila Biquinhas, na Região Norte de Belo Horizonte, e um homem envolvido na morte de um guarda municipal foram presos por militares do 13º Batalhão neste sábado.

Criminosos

Por Rádio Itatiaia , 31/08/2013 às 20:45
atualizado em: 09/08/2016 às 22:08

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00

O líder do tráfico de drogas da Vila Biquinhas, na Região Norte de Belo Horizonte, e um homem envolvido na morte de um guarda municipal foram presos por militares do 13º Batalhão neste sábado.

Adriano Mendes do Amaral, 22, e o comparsa, Edmilson Ferreira Silva, 23, foram detidos por tráfico de drogas e porte ilegal de armas. Eles estavam com três armas de fogo, munições calibre 38, pedras de crack, seis celulares, quatro correntinhas de ouro e duas motos.

A sargento Viviane explica como os militares chegaram à dupla. “O Adriano é quem comanda o tráfico lá. Além disso, ele manda matar e é muito temido na região. Descobrimos onde é a casa dele e pedimos um mandado de busca e apreensão. Chegou ao nosso conhecimento que a casa era usada (como local) para embalar a droga e que o amigo dele era responsável por levar o entorpecente, numa moto preta, para a favela”, disse.

Segundo a policial, Adriano do Amaral tem envolvimento na morte de um guarda municipal, ocorrida há três anos. Edmilson tem passagem por tráfico de drogas quando ainda era menor.

Outro parceiro da dupla, identificado como Juru, já está preso à disposição da Justiça.

Confira a reportagem de Ana Cecília Carneiro

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Raquel Dodge não quer mais receber auxílio-moradia; benefício é de R$ 4,3 mil mensais: https://t.co/rxjlnVj3XA https://t.co/sP9N1KY2fg

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Há dificuldades, mas dificuldades são herdadas e estamos combatendo', diz Temer: https://t.co/UbBz8jeswI https://t.co/mFFGmvZQJF

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Benefício de R$ 4,3 mensais é pago a mais de 17 mil magistrados e quase 13 mil procuradores do Ministério Público Federal.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Maia estaria receoso de os deputados aprovarem a criação de um fundo público para bancar as campanhas enquanto o Senado discute uma PEC para ressuscitar o financiamento privado.

    Acessar Link