Auto Truck CPM Interno

Notícias

Com imóveis fora da área de risco, três famílias retornam para as casas em Itatiaiuçu

Por Redação, 10/02/2019 às 16:10
atualizado em: 10/02/2019 às 21:07

Texto:

Foto: CHRISTYAM DE LIMA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
CHRISTYAM DE LIMA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Três famílias retornaram definitivamente a suas casas no distrito de Pinheiros, em Itatiaiuçu, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Elas foram autorizadas pela Defesa Civil e Polícia Militar, após nova avaliação de riscos na barragem da Mina da Serra Azul, que pertence à ArcelorMittal, em que constatou-se que os imóveis estão fora da área de influência da barragem.

Um casal com filho, uma mulher e duas senhoras decidiram retornar para suas residências após a evacuação, ocorrida na última sexta-feira (8), em função do risco de rompimento da barragem Serra Azul.

Outras cinco famílias, que também estavam autorizadas a voltar para casa, preferiram permanecer no hotel em Itaúna. No total, são 106 pessoas de 28 famílias que estão fora de casa e que continuam hospedadas no hotel.

A ArcelorMittal colocou à disposição das famílias no hotel um clínico, médico do Programa da Saúde da Família em Itaúna, que realiza o atendimento dos moradores desde sexta-feira (8). A empresa também disponibilizará, a partir desta segunda (11), dez ônibus e três micro-ônibus que vão sair do hotel a cada 30 minutos para transportar as pessoas para as regiões de Itatiaiuçu e Pinheiros, além de crianças, adolescentes e jovens para creches, escolas e universidades da região.

De acordo com a ArcelorMittal, a empresa prepara para os próximos dias a remoção e atendimento aos animais domésticos e de criação, com a orientação de veterinários. Está sendo feito o catálogo das espécies, levantamento da quantidade e a identificação de cada animal.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link