Notícias

Ator Pedro Cardoso afirma que ‘não existe Deus’ em entrevista a Fábio Porchat no YouTube

Atualmente morando em Portugal, o intérprete do personagem Agostinho Carrara foi convidado a falar da peça 'Os Ignorantes', de sua autoria

Por Da Redação , 14/09/2021 às 10:28
atualizado em: 14/09/2021 às 10:31

Texto:

Foto: Youtube/Reprodução
Youtube/Reprodução

Pedro Cardoso concedeu entrevista a Fábio Porchat para o programa 'Livro Aberto', no YouTube

Famoso por interpretar o personagem Agostinho Carrara na série “A Grande Família”, o ator Pedro Cardoso, que atualmente vive em Portugal, voltou a se envolver em polêmica, desta vez ao afirmar, em entrevista a Fábio Porchat para o programa “Livro Aberto”, transmitido pelo YouTube, que “Não existe Deus”. Na ocasião, ele falava sobre uma cena escrita por ele para a peça “Os Ignorantes”, há mais de 35 anos, em que o líder de uma igreja engana os fiéis. 

“Uma das coisas mais hábeis dos ignorantes é transformar a vontade deles numa vontade divina, é dizer que o que eles querem é o que Deus quer. Para que não sejam eles a querer, mas na verdade são eles que querem. Não existe Deus, né? É uma coisa difícil de falar porque muita gente acredita, mas é bom a gente começar a falar. Não existe Deus. Eu digo assim, não existe um Deus que você possa ter certeza absoluta de que você sabe quem ele é e o que ele quer. Agora, existe uma porção de coisas que você pode acreditar, não há problema algum nisso. Mas alguém se valer de uma sensação de transcendência espiritual pra afirmar uma verdade absoluta, ninguém pode saber o que Deus quer desse modo: ‘Deus não quer que haja divórcio’. Não é assim que Deus, se é que existe, se manifesta”, afirmou. 

Ele continuou a reflexão com uma análise sociopolítica e histórica do Brasil. “O grande trabalho ideológico foi feito pelos jesuítas. Eles incutiram nesse lugar aqui o pensamento monoteísta judaico-cristão-católico e, na mítica monoteísta, existe o Messias, existe um Salvador da Pátria, existe o Getúlio Vargas, existe o Lula, existe o Brizola. Existe esse monoteísmo. Não é por uma razão acidental que esse movimento fascista atual perseguiu religiões afro que são politeístas”, ponderou Pedro Cardoso. 

“Porque o politeísmo daquelas religiões desmonta a psicologia da pessoa monoteísta, que é aquela que, como Deus é um só e eu amo Deus e Deus me ama, então eu sou tão poderoso quanto esse Deus que é único. No sistema politeísta eu sou habitado por todos os deuses, eu atendo a várias diferentes tendências da minha pessoa, eu quero o bem e quero o mal, eu sou generoso, mas sou invejoso, eu tenho uma complexidade psicológica muito maior que na concepção monoteísta. Um dos problemas que eu acho que conduz a essa ignorância foi a apropriação do anseio por religiosidade, que é muito natural nas pessoas, por um grupo de pessoas desonestas”, disse. 

“Essa apropriação foi feita para enriquecimento das elites religiosas, e dizem que foi para enriquecimento do povo de Deus, mas não é verdade, o povo de Deus só tá pagando dízimo, cada vez com mais esforço”, finalizou o ator. 


Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Partida acontece nesta terça-feira (7), às 11h. No jogo de ida, times empataram por 0 a 0. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/galo-x-bragantino-fazem-final-do-bras...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Militares do Corpo de Bombeiros também atuam, nesta segunda-feira (6), para evitar reignição no Parque das Mangabeiras, em BH. #Itatiaia https://www.itatiaia.com.br/noticia/s...

    Acessar Link