PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

Atlético vence Fluminense no Horto e se aproxima dos líderes do Campeonato Brasileiro

Por Redação, 10/08/2019 às 23:08
atualizado em: 11/08/2019 às 09:20

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

O Atlético conquistou mais uma vitória no Campeonato Brasileiro e se aproximou dos líderes. Com um gol em cada tempo, o time alvinegro venceu o Fluminense por 2 a 1, na noite deste sábado, no Independência, pela 14ª rodada da competição, e chegou ao oitavo jogo de invencibilidade na temporada. 

Além da vitória, o atacante Ricardo Oliveira exterminou o jejum de gol, que durava 15 partidas, e fez as pazes com as redes. O camisa 9 anotou o segundo do Galo, aos cinco minutos da etapa final, em um chute cruzado. A última vez que o centroavante havia marcado gol foi na estreia do Atlético no Brasileirão, na vitória sobre o Avaí, no Independência, no dia 27 de abril.

O meia Cazares, no primeiro tempo, abriu o placar para o Atlético. No fim do duelo, Nenê diminuiu para o Fluminense.

Com o resultado, o Atlético se manteve na quarta posição do Brasileiro, com 27 pontos, mas reduziu para cinco a diferença para o líder Santos, que perdeu na rodada para o São Paulo, e permaneceu com 32 pontos. O time alvinegro tem a mesma pontuação do Flamengo, terceiro colocado, mas está atrás no saldo de gols. Vice-líder, o Palmeiras soma 28 pontos, porém com uma partida a menos, pois jogará neste domingo. Já o Fluminense segue próximo da zona do rebaixamento, na 16ª posição, com 12.

Na próxima rodada, o Atlético enfrenta o Athletico-PR, sábado, às 19h, na Arena da Baixada. No domingo, às 16h, o Fluminense recebe o CSA, no Maracanã.

O jogo

O Fluminense começou a partida com mais posse de bola. Mas foi o Atlético que teve a primeira chance. Aos oito minutos, Ricardo Oliveira aproveitou cruzamento de Patric e cabeceou na trave. No entanto, o lance foi invalidado porque atacante alvinegro foi flagrado em impedimento.

A equipe carioca respondeu rapidamente e chegou com perigo duas vezes. Com Pedro, em uma cabeçada para fora, e com Yony González, que chutou cruzado para boa defesa de Cleiton.

A partida estava bem movimentada. Era lá e cá. E o Atlético teve uma ótima oportunidade para abrir o placar com Ricardo Oliveira. O atacante saiu cara a cara com o goleiro Muriel, mas se atrapalhou para chutar para o gol e ainda não tocou para Vinícius, que estava melhor posicionado e poderia só empurrar para as redes.

Apesar das boas chances do Atlético, o Fluminense dominava a partida e incomodava mais a meta alvinegra. Até que o técnico Rodrigo Santana aproveitou duas paradas no jogo e conversou com os jogadores. A partir daí, o Galo melhorou e bombardeou Muriel, que se virou para salvar o Tricolor nas finalizações de Ricardo Oliveira, Chará e Cazares.

Mas o goleiro do Fluminense não conseguiu impedir outro chute de Cazares, aos 42 minutos da etapa inicial. Após cruzamento de Patric, o zagueiro Digão cortou mal para o meio da área e o equatoriano pegou o rebote emendando de primeira e acertou o canto: Galo 1 a 0. Ouça o gol na narração do 'Caixa' Mário Henrique!

No início da etapa final, Ricardo Oliveira pôs fim ao jejum de 15 jogos sem marcar na temporada. O atacante, que segundos antes recebeu um presente do zagueiro do Flu na área, mas viu a bola bater no seu joelho e sair rente à trave, enfim balançou as redes. O Atlético pressionou a saída de bola dos cariocas perto da área, Elias roubou e tocou para o camisa 9, que bateu cruzado e acertou o cantinho: 2 a 0. Ouça o gol na narração do 'Caixa' Mário Henrique!

O Fluminense chegou a balançar as redes aos 11 minutos com Yony González, mas o auxiliar assinalou impedimento do colombiano. O Galo também teve um gol anulado de Alerrandro por posição irregular aos 42.

O Atlético administrava a vitória até o fim sem sustos. Mas se não tiver sofrimento, não é Galo. Aos 43, Nenê diminuiu para o Fluminense e colocou fogo no jogo de novo nos minutos finais. Mas o time alvinegro conseguiu segurar o ímpeto dos cariocas e conquistou a vitória no Horto. Após o apito final, Nenê reclamou muito com o árbitro e foi expulso.

Atlético 2 x 1 Fluminense

Atlético: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Ramón Martínez, Elias, Chará (Otero), Cazares (Geuvânio) e Vinícius; Ricardo Oliveira (Alerrandro). Técnico: Rodrigo Santana

Fluminense: Muriel; Igor Julião, Nino, Digão e Caio Henrique; Allan, Daniel (Wellington Nem) e Paulo Henrique Ganso; Marcos Paulo (Nenê), Yony González e Pedro (João Pedro). Técnico: Fernando Diniz

Motivo: 14ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 10 de agosto de 2019, sábado, às 21h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Cazares (42’/1º), Ricardo Oliveira (5’/2º), Nenê (43’/2º)

Cartão Amarelo: Vinícius, Patric, Geuvânio, Otero (Atlético); Wellington Nem, Nenê (Fluminense)
Cartão Vermelho: Nenê (Fluminense)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Heber Roberto Lopes (SC)

Público: 19.081
Renda: R$ 352.497,00

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link