PMC - Maxi 970 x 150

Notícias

Atlético chega ao quarto pênalti desperdiçado dos últimos seis; Santana cobra pontaria

Por Fábio Rocha, 21/08/2019 às 01:17
atualizado em: 21/08/2019 às 14:57

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Com o pênalti desperdiçado na vitória de virada por 2 a 1 sobre o La Equidad-COL, nesta terça-feira, no Independência, pelo duelo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, o Atlético chegou à quarta penalidade perdida nesta temporada. Das últimas seis cobranças, o time alvinegro converteu apenas duas.

Coincidentemente, em todas as ocasiões em que o Galo desperdiçou o penal, o lateral-esquerdo Fábio Santos, batedor oficial, não estava em campo. E nesta terça-feira não foi diferente. O camisa 6 atuou até os 17 minutos do segundo tempo quando foi substituído por Otero. 

No minuto seguinte, o VAR chamou a atenção do árbitro para uma falta do zagueiro do La Equidad em Jair dentro da área dos colombianos e o pênalti foi confirmado. Com o jogo empatado em 1 a 1, a responsabilidade da virada ficou nos pés de Cazares. O camisa 10 bateu, mas o goleiro defendeu. No rebote, Otero até chegou a marcar, mas o VAR flagrou o venezuelano invadindo a área antes do chute e anulou o gol.

Autor do gol da vitória do Galo, aos 35 minutos do segundo tempo, o volante Elias brincou com a situação. “Eu vou bater o pênalti agora. Vamos ver se eu faço. Brincadeira. Tem o Fábio (Santos) que bate. Infelizmente, ele saiu um minuto antes. Azar”, declarou.

O técnico Rodrigo Santana também comentou sobre a falta de pontaria do time nas cobranças de pênaltis. “A gente fica bastante chateado. Evidente que o placar poderia ser melhor, mas isso não abalou, a equipe continuou correndo. Mas isso é uma coisa que a gente precisa ter um pouco mais de precisão. Pênalti sempre é vantagem, eles abriram o placar em uma penalidade também. A gente não pode desperdiçar tantos pênaltis”, frisou.

Outros pênaltis perdidos

Antes do pênalti desperdiçado por Cazares nesta terça-feira, o Atlético já havia perdido outros três recentemente. A mira começou a ficar descalibrada no dia 14 de julho, quando Ricardo Oliveira perdeu a cobrança de penalidade contra a Chapecoense, na Arena Condá, pelo Campeonato Brasileiro. Fábio Santos não estava em campo porque Rodrigo Santana tinha escalado uma equipe reserva. Na ocasião, o meia Vinícius salvou o time ao marcar nos acréscimos e dando a vitória ao Galo por 2 a 1.

Na semana seguinte, o time alvinegro teve três penais a seu favor no empate em 2 a 2 com o Fortaleza, no Independência, também pelo Brasileirão. Mas converteu apenas uma, com Cazares. A equipe teve a oportunidade de sair com a vitória, mas Alerrandro parou no goleiro Felipe Alves. No entanto, o árbitro mandou voltar a batida porque o camisa 1 havia se adiantado. Luan assumiu a responsabilidade e pegou a bola, mas cobrou mal e novamente o arqueiro pegou. Fábio Santos não jogou porque foi poupado.

No dia 31 de julho, o Atlético teve uma nova oportunidade de marcar em cobrança de pênalti e conseguiu, mas foi com Fábio Santos. Na vitória por 2 a 0 sobre o Botafogo, no Independência, pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa Sul-Americana, o lateral-esquerdo converteu a cobrança que garantiu o Galo nas quartas diante do La Equidad.

Pênaltis perdidos pelo Atlético na temporada:

20/08/2019 - Atlético 2 x 1 La Equidad – Copa Sul-Americana (Cazares)

21/07/2019 - Atlético 2 x 2 Fortaleza – Campeonato Brasileiro (Alerrandro e Luan)

14/07/2019 - Chapecoense 1 x 2 Atlético – Campeonato Brasileiro (Ricardo Oliveira)

Pênaltis convertidos pelo Atlético em 2019:

31/07/2019 - Atlético 2 x 0 Botafogo – Copa Sul-Americana (Fábio Santos)

21/07/2019 - Atlético 2 x 2 Fortaleza – Campeonato Brasileiro (Cazares)

02/06/2019 - Atlético 4 x 0 CSA – Campeonato Brasileiro (Fábio Santos)

27/04/2019 - Atlético 2 x 1 Avaí – Campeonato Brasileiro (Fábio Santos)

03/04/2019 - Atlético 3 x 2 Zamora-VEN – Copa Libertadores (Fábio Santos)

20/03/2019 - Tupynambás 1 x 2 Atlético – Campeonato Mineiro (Alerrandro)

12/02/2019 - Atlético 3 x 2 Danubio-URU – Copa Libertadores (Ricardo Oliveira)

27/01/2019 - Cruzeiro 1 x 1 Atlético – Campeonato Mineiro (Fábio Santos)

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link