Notícias

Apesar de aumento no número de transplantes de órgãos, fila de espera por órgão cresce em MG

Por Redação , 26/09/2019 às 11:13
atualizado em: 26/09/2019 às 11:14

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Ascom da Secretaria de Saúde
Ascom da Secretaria de Saúde

O número de transplantes de órgãos em 2019 aumentou em 30% em Minas Gerais. No entanto, a fila de espera por órgãos aumenta a cada ano. De acordo com o próprio MG Transplantes, a estrutura para captação e cirurgias ainda não é a ideal.  Além disso, 55% das famílias ainda se recusam a autorizar a retirada de órgãos para doação. O assunto é abordado na matéria desta quinta-feira na série especial sobre transplantes, da repórter Mônica Miranda.

Hoje, a fila de espera por órgão para transplante tem 4.077 pessoas (18 pessoas esperam por um transplante de coração, 1.104 estão aguardando córnea, 57 estão à espera de um fígado, três esperam pâncreas, 30 aguardam medula e 2.808 amargam a espera por um rim.

O diretor do MG Transplantes, Omar Cansado, admite falha na abordagem das famílias ao tentar conscientizá-las sobre a importância da doação de órgãos. 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link