Notícias

Alerrandro ou Ricardo Oliveira? Santana não define centroavante para enfrentar São Paulo

Por Agência Estado, 12/06/2019 às 18:37
atualizado em: 13/06/2019 às 08:29

Texto:

Foto: Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

A titularidade de Ricardo Oliveira na função de centroavante do Atlético nunca esteve tão ameaçada. Com o jovem Alerrandro em boa fase e fazendo o jogo ofensivo da equipe evoluir quando está em campo, há cobranças da torcida para que o técnico Rodrigo Santana barre o veterano de 39 anos. Assim, na escalação para a partida desta quinta-feira, contra o São Paulo no Independência, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, paira a dúvida no ar entre os dois atletas, com o treinador evitando revelar a escalação na véspera do duelo.

"Tinha certeza dessa pergunta. Não posso falar, é um momento importante, mas vamos deixar esse mistério para minutos antes da partida", respondeu, de pronto, Santana, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, na Cidade do Galo, ao ser perguntado sobre quem será o titular no compromisso, o último da equipe antes da parada para a Copa América.

Na partida anterior do time pelo Brasileirão, na derrota por 3 a 1 para o Santos na Vila Belmiro, a entrada do garoto deu um novo ânimo à equipe e maior movimentação. Do outro lado, ao ser substituído, Ricardo Oliveira não escondeu sua insatisfação, gerando um dilema para o comandante atleticano. O fato é que Alerrandro acabou marcando seu 12º gol pela equipe neste ano, ficando a um do próprio concorrente, que tem 13, mas não vai às redes há nove partidas, seu maior jejum pelo clube mineiro.

Reafirmando sua disposição para desconversar acerca do assunto, Santana chamou a atenção para a importância de administrar o desgaste físico de seus comandados antes do jogo "decisivo" desta quinta, o que pode indicar a preferência por Alerrandro. "Não é nem definir o camisa 9, é definir todos", comentou o treinador, acrescentando que os últimos confrontos exigiram muito da parte física e emocional de seus jogadores. "Vamos conversar com o departamento médico e fisiologistas para saber quem estará cem por cento", informou. 

Outra dúvida do técnico para o duelo com os paulistas está na parte defensiva do meio campo. Zé Welison, que tem características de marcação mais forte, e Adilson, com melhor saída de bola, continuam a disputa pela vaga de primeiro volante. 

Assim, o Atlético deve enfrentar o São Paulo com a seguinte formação: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Adilson (Zé Welison) e Elias; Luan, Cazares e Chará; Alerrandro (Ricardo Oliveira).

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Bolsonaro provoca presidente da OAB: 'Posso contar como o pai dele desapareceu' https://t.co/VL1QAuI1sI https://t.co/uO2itrIBJh

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link