Notícias

Aécio e Perrella evitam comentar conversa grampeada pela Polícia Federal

Por Redação , 30/05/2017 às 09:29
atualizado em: 30/05/2017 às 09:37

Texto:

Ouça na Íntegra
00:00 00:00
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
Jefferson Rudy/Agência Senado

 Grampo da Polícia Federal, no âmbito da Lava Jato, mostra uma conversa entre os senadores Aécio Neves e Zezé Perrella. No telefonema, Aécio, chamado de chefe pelo colega, cobra lealdade e dá bronca em Perrella, que fica na defensiva. Os dois senadores evitam repercutir o assunto (ouça a conversa no aúdio acima). 

“Acho que não preciso provar o quanto sou seu amigo na vida, né cara. Então vou te falar como amigo, com a liberdade de amigo. Poucas vezes vi uma declaração tão escrota, Zezé, como essa que você deu na rádio Itatiaia", disparou Aécio.

O ex-governador prossegue e lembra como Zezé Perrella chegou ao Senado.“A pretexto de se defender, você jogou todo mundo na lama. A não ser, Zezé, que sua campanha foi financiada na lua, pela semente lá sua, pela quentinha do Alvimar. Nossa campanha foi a mesma Zezé", ressaltou tucano.

Entre 2007 e 2011,  durante o governo de Aécio e Antonio Anastasia em Minas Gerais, a Limeira Agropecuária e Participações (uma das empresas da família Perrella) foi contratada para fornecer sementes para um programa de combate à fome. No entanto, conforme o Ministério Público do Estadual, a entrega das sementes não foi comprovada. Já a Stillus Alimentação, outra empresa da família,  foi denunciada por fraudes no fornecimento de quentinhas para os presídios do Estado. 

Na defesa e constrangido durante a conversa, o ex-presidente do Cruzeiro cita o caso do helicóptero carregado de droga para se justificar. Em 2013, a aeronave da família do senador foi apreendida com quase meia tonelada de pasta de cocaína. Contudo, Aécio mantém o tomd e bronca e diz  a Perrella que ele também pode ser citado no âmbito da operação da Lava Jato.

O grampo termina com a promessa de Perrella de conceder nova entrevista, dessa vez defendendo Aécio e Antonio Anastasia. "Olha, vou falar de você e Anastasia, que tenho certeza que vocês estão sendo injustiçados e tal. Pode ficar tranquilo faço isso no Senado e na própria Itatiaia", prometeu. 

Notas 

Em nota, a assessoria de Aécio Neves diz que não vai comentar as gravações, vazadas ilegalmente, segundo a defesa. A nota destaca, ainda, que as campanhas de Aécio e do senador Antonio Anastasia foram feitas em absoluto respeito à legislação.

Já a assessoria de comunicação do senador Zezé Perrella alega que a campanha mencionada era a do senador Itamar Franco, de quem ele era apenas suplente, e reitera estar confiante que as investigações da Polícia Federal irão provar que ele não cometeu nenhuma irregularidade.

Aécio e Joesley

Reportagem do jornal Folha de São Paulo desta terça-feira detalha como o senador Aécio Neves afirmou ao empresário Joesley Batista ter pressionado o presidente Michel Temer, junto com outros empresários, para que fossem feitas mudanças na Polícia Federal que incluíam a substituição do diretor-geral do órgão, Leandro Daiello. 

A conversa foi gravada pelo próprio Joesley no hotel Unique, em São Paulo, no dia 24 de março, e anexada ao acordo de delação que o grupo J&F fechou com a Procuradoria-Geral da República. 

Aécio disse a Joesley que o governo deveria aproveitar a crise gerada pela Operação Carne Fraca para a troca. Joesley ponderou que era uma boa chance para trocar Daiello. Joesley disse: "Tem que tirar esse cara". Aécio repetiu: "Tem que tirar esse cara". 

Segundo a reportagem da Folha de São Paulo, Aécio ainda contou a Joesley que outros empresários estavam "pressionando" Michel Temer a tomar medidas contra a PF. Ele disse que participou de um jantar com Temer, o presidente do Bradesco, Luiz Trabuco, e uma pessoa citada apenas como Pedro.

A assessoria do tucano não comentou as declarações de Aécio e Joesley, mas confirmou o encontro entre o senador, Temer e empresários. A assessoria disse que o senador afastado teve um longo despacho sobre a pauta de reformas. 

O Bradesco confirma que Trabuco esteve com Aécio no dia 24 de março, em encontro com o presidente do Banco do Brasil, Paulo Caffareli, mas para tratar da mudança na presidência da Vale.
 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Horário de verão será menor a partir do ano que vem: https://t.co/oLzoWLctLd https://t.co/zVYlWaNt2u

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    'Você brocha', 'Você morre': cigarros terão alertas mais fortes até maio do ano que vem - https://t.co/mXaDySvXSv https://t.co/fQ71jNm3Vk

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ENTREVISTA COMPLETA - Itair Machado coloca data para Bruno Silva ser oficializado pelo Cruzeiro e fala sobre negociações em aberto por mais reforços. O dirigente celeste abor...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    COPA ITATIAIA ⚽️📻 A Itatiaia e a Cemig alertam: o coração vai bater mais forte neste domingo, quando saberemos quem terá a vantagem de jogar diante da torcida o último duelo...

    Acessar Link