Notícias

Juninho Neymar disputa finalíssima da Copa Itatiaia com torcida de irmão, Bruno Henrique 

00:00 00:00

O atacante Juninho Neymar, de 30 anos, vive a expectativa de ser campão da finalíssima da Copa Itatiaia Kaiser. Neste domingo, ele disputa o jogo decisivo do torneio pelo Juventos, de Brumadinho, que enfrentará o Tupinense, do bairro Tupi. E o jogador terá uma torcida muito especial de um atleta que conquistou quase tudo em 2019. 

Trata-se do irmão Bruno Henrique, do Flamengo, que foi eleito o melhor jogador da Libertadores e do Campeonato Brasileiro, competições que conquistou com a equipe carioca. Juninho Neymar também foi premiado em 2019, sendo eleito o melhor jogador de várzea do  ano de Belo Horizonte e região metropolitana em evento organizado pela Federação Mineira de Futebol (FMF). 

A finalíssima da Copa Itatiaia Kaiser está marcada para às 16h30 deste domingo (12), no Estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O jogo será transmitido pela Rádio Itatiaia

Em participação no programa Bastidores deste sábado, Juninho Neymar falou sobre a relação que tem com irmão. (Clique aqui para ouvir). “É uma amizade bacana que a gente tem. Eu, com certeza, cobro bastante dele. Falo sobre alguns pontos das partidas que ele joga. O que ele fez no profissional é um orgulho para mim e para minha família”. 

Juninho Neymar e Bruno Henrique, inclusive, já conquistaram juntos a Copa Itatiaia, em 2012, pelo Inconfidência, do bairro Concórdia, região Nordeste de Belo Horizonte (local de origem dos irmãos).

Posteriormente, Bruno Henrique assinou com o Cruzeiro, clube no qual nunca jogou. Foi para o Uberlândia, time do Triângulo Mineiro, onde foi destaque. Depois se transferiu para Itumbiara e Goiás, até ser vendido para o Wolfsburg, da Alemanhã. Em 2017, o Santos repatriou o jogador, que, em 2019, foi comprado pelo Flamengo. 

Juninho, por sua vez, também atuou no futebol profissional. Ele passou por Araxá, Uberlândia e Anápolis. “O que meu irmão teve e eu não tive foi paciência. A gente que vem do futebol amador acha que está preparado para jogar no profissional, mas não está”, avalia. 

No último domingo (5), Juninho Neymar foi campeão da Chave Metropolitana da Copa Itatiaia Kaiser, título que credenciou o Juventos a disputar a finalíssima. Longe dos holofotes da mídia de todo o mundo que sofre o irmão, o jogador sente o carinho que os torcedores têm por ele. “Domingo passado, após a gente ser campeão, eu não tive nem tempo de ficar comemorando com meus companheiros. Tirei várias fotos com o pessoal que entrou dentro de campo”, completa.