Wellington Campos

Coluna do Wellington Campos

Veja todas as colunas

FIFA pode trocar Copa das Confederações por Mundial de Clubes

19/06/2017 às 03:51

A FIFA estuda acabar com a Copa das Confederações e criar um super Mundial de Clubes para ser disputado no mês de junho nos anos ímpares.

A Copa da Confederações foi criada como evento-teste para a Copa do Mundo, disputada de 4 em 4 anos. Neste torneio, a FIFA coloca em prática toda a logística do grande evento, testando mobilidade, estádios e o funcionamento da imprensa.

A falta de interesse do público no modelo atual do Mundial de Clubes, em dezembro, faz a entidade pensar num novo formato para a competição, reunindo de 16 a 24 equipes. Lógico, com os maiores times do planeta.

Atrair patrocinadores, gerar grandes jogos e fazer o rodízio de sedes na Europa é o principal argumento da FIFA para criar o torneio.

Sendo disputado nos anos ímpares, não conflitaria com a Eurocopa e nem com a Copa do Mundo. Porém, a Conmebol teria que se adaptar para fazer a Copa América por aqui.

O sonho de todos os torcedores de ver Real Madrid, Barcelona, Bayer de Munique, Borussia, Chelsea, Liverpool, Manchester United, Boca Juniores, River Plate e mais os grandes clubes brasileiros pode se realizar.

Ainda neste ano, a FIFA espera discutir tais mudanças com as confederações.

A notícia já corre na Europa e agrada muito!

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Com Ricardo Oliveira em campo, Thiago Larghi indica time que enfrenta Flamengo - confira 👉 https://t.co/l3c984RMNX https://t.co/7xHQJCNsn1

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Vem aí, o Planeta América - confira a coluna de @ursulanogueira 👉https://t.co/QO9F1Y95aX https://t.co/q3DGLRxxhz

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Novidade no treino foi a presença do atacante Ricardo Oliveira, que desfalcou o time nos treinos de quarta e quinta-feira por conta de uma virose. Saiba mais 👇👇

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    "Em parceria com a MRV, o Coelho terá uma obra de R$ 26 milhões para unificar as estruturas do futebol profissional e categorias de base." Confira a coluna de Ursula Nogueira...

    Acessar Link