Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Veja todas as colunas

Futebol: de pai pra filho

É sagrado o tempo de um pai com um filho quando se trata da relação com o futebol

10/08/2017 às 07:36

Dia dos Pais pode até ser uma data comercial, mas como é bom saber que temos um dia para homenagear aquele que nos inspira. E assim farei.

Quer frase mais clichê do que: “conheci o futebol através do meu pai”? O pai serve de exemplo para os filhos em todos os momentos, principalmente no futebol. E tudo começa quando se recebe a notícia de que será pai. A primeira frase quando encontra os amigos é “teremos mais um(a) cruzeirense”, “tem mais um(a) atleticano a caminho” ou “ele (ela) será americano(a)”. O primeiro presente? Um uniforme do time. Assim começa uma relação inexplicável que se estende por toda a vida.

É sagrado o tempo de um pai com um filho quando se trata da relação com o futebol. Neste momento, o pai deixa de ser aquele “chato” que cobra a lição de casa e passa a ser o amigo. É desde a infância que aprendemos que um dia nós iremos sorrir com as vitórias e sofrer com as derrotas, tal qual acontece na vida. São nesses momentos que aprendemos o valor do trabalho em equipe e também do valor de um abraço. Quer emoção maior do que abraçar o seu pai no momento do gol do seu time? 

Que pai nunca sofreu com a possibilidade do filho escolher torcer para o rival? E atualmente existem vários motivos para isso: influência de amigos, fase vitoriosa, grandes ídolos e por aí vai.... Mas o papel número um do pai é lutar para que seu filho não mude de time. 

Hoje, gostaria de chamar a atenção daqueles que tentam estragar toda essa cultura. Sim, estou falando para todos aqueles que mancham as partidas de futebol com brigas em decorrência de vaidade e orgulho. Pena que muitos que são os maus da história, não lerão este conselho: vocês estão afastando e diminuindo esta relação de pai e filho nos estádios. As pessoas estão com medo de levar suas crianças aos jogos. Quantas delas já se traumatizaram? Parem, por favor. 

Nestes anos trabalhando no jornalismo esportivo, pude vivenciar muitas histórias de pais e filhos nos estádios e é justamente isso que nos renova o ânimo em poder contar histórias na Rádio Itatiaia. E eu convido a todos os leitores desta coluna a comentar, nos contando a história mais marcante envolvendo o futebol que você já viveu com seu pai. Aos filhos de pais ausentes, repasse esse amor paterno a um tio, amigo, irmão. O que não falta é pessoa pra ser amada. Aproveite seu pai. Aproveite seu dia. Aproveite a vida. Ela passa muito rápido.

Vamos espalhar essas histórias recheadas de gratidão neste Dia dos Pais! O mundo anda precisando disso! E a partir de amanhã, nos programas esportivos da Itatiaia, ouçam um pouco da relação entre pai e filho que vale muito a pena.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Hoje tem Galo: @thiagoreisbh e @claudiorez convidam: https://t.co/XBHXrzKcr5

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Hoje tem Galo e a @radioitatiaia te convida: https://t.co/aJy60Ja640

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Lula inicia na segunda-feira caravana de oito dias por Minas: http://bit.ly/2yTfAHJ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    De sucata de ar condicionado a veículos: Polícia Federal faz leilão de bens em Belo Horizonte: http://bit.ly/2ilzNii

    Acessar Link