Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Veja todas as colunas

Duelo de Gigantes. Do Maraca ao Mineirão

A partida dessa quinta-feira foi além dos 90 minutos

08/09/2017 às 07:08

Palco de gigantes. Com sete títulos da Copa do Brasil em campo, Flamengo e Cruzeiro empataram por 1 a 1, no Maracanã, pela primeira partida da final. A emoção ficou para a finalíssima, no dia 27 de setembro. Haja coração, meus amigos!

Eu poderia escrever sobre os lances do jogo, melhor em campo, gol impedido e tudo mais. Mas o jogo não se resumiu apenas a esses detalhes.  A partida dessa quinta-feira (07), foi muito além dos 90 minutos. Ela teve início em Belo Horizonte, quando milhares de torcedores foram em direção ao Rio de Janeiro. Alguns partiram do Aeroporto de Confins, outros da rodoviária, outros pegaram estrada. Teve gente saindo de Salvador, Curitiba... Final de Libertadores? Final de Copa do Mundo? Não. Rumo ao penta da Copa do Brasil. 

Nas mochilas, uma camisa do Cruzeiro, o ingresso do jogo e um desodorante. Na cabeça, pensamentos na provável escalação. Na boca? As músicas celestes. Nas mãos? O suor que representava a ansiedade. Esse era o clima de quem largou tudo por você, Cruzeiro! Nas praias cariocas, camisas azuis. No céu, a imagem do Cruzeiro resplandeceu com uma faixa que dizia “Nós somos loucos, somos Cruzeiro”. Em Belo Horizonte, nos semáforos, várias bandeiras celestes à venda. Entre uma avenida e outra, buzinas e gritos. No Itatiaia Rádio Bar, mais de 300 pessoas do lado de fora, buscando uma fresta pra assistir o gol do Arrascaeta. Se esse foi o clima do primeiro jogo, imagina no Mineirão? 

O dia 27 vai demorar a chegar para os cruzeirenses. Mas, até lá, o técnico Mano Menezes vai preparar a melhor escalação e projetar o caminho do penta. A diretoria deve se planejar para imunizar os jogadores de toda essa euforia. O momento é de concentração total! Nada de achar que o título tá fácil. Sei que o presidente Gilvan de Pinho, Dr. Lemos, Klaus Câmara, Tinga, Bruno Vicintin e tantos  outros estão na luta o tempo todo.  Vale destacar que TODOS trabalharam muito para chegar a essa final e estão tendo agora o reconhecimento de seus esforços por um planejamento que está, até então, dando certo. Na virada do ano, a diretoria colocou como meta brigar por, pelo menos, um título nacional. Para isso foi buscar um jogador que fizesse a diferença nos jogos e contratou Thiago Neves graças a uma longa e bem-sucedida negociação. Outras contratações pontuais também corresponderam, como a de Diogo Barbosa. Valeu ainda por promover jovens da base e o zagueiro Murilo é uma prova da política correta de valorização destes jovens. A campanha do Cruzeiro mostra bem o quanto a equipe teve mérito. Marcone Barbosa e Robson Pires prepararam muitas ações de marketing no Rio, imagine aqui em Belo Horizonte? Certamente irão surpreender novamente os torcedores. O objeto de desejo, os ingressos, serão disputados como se fosse um título. Vantagem para compra de quem é sócio torcedor. Inclusive, tem sorteio de um par de ingressos no Twitter.com/RadioItatiaia. Participe lá, quem sabe a sorte é sua.

Diretoria, atletas e comissão técnica, confiem que o décimo segundo jogador vai estar lá no Mineirão com a força toda. A missão da torcida é empurrar, apoiar, cantar, festejar. E como sempre diz o nosso âncora das jornadas esportivas, Bruno Azevedo, obrigado por escolher a Itatiaia. Nós, da Rádio de Minas, nos comprometemos a levar até vocês uma transmissão à altura desta final. Afinal, #FinalénaITATIAIA.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Participe da nossa jornada @Cruzeiro X @atletico Sub-20! Mande sua pergunta para o nosso comentarista Cadu Doné https://t.co/fn89MPyIZv

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Suave na nave!!! https://t.co/qsnIUGc276

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    América empata, Inter vence e campeão da Série B será conhecido na última rodada - http://bit.ly/2jDgXUo

    Acessar Link