Ursula Nogueira

Coluna da Ursula Nogueira

Veja todas as colunas

Bem-vindo de volta, Judivan

A bola no fundo das redes não era apenas um gol. Era muito mais que isso!

16/11/2017 às 08:17

Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Foram dois anos e cinco meses de espera. Seis cirurgias, 912 dias longe do calor da torcida. Depois de muita ansiedade e preparação, o atacante Judivan voltou aos gramados na última quarta-feira (15), diante do Avaí, no Mineirão. 

O camisa 14 entrou em campo aos 29 minutos do segundo tempo ovacionado pelo torcedor, que vibrou com seu retorno. Logo após a sua entrada, o árbitro da partida marcou um pênalti a favor da equipe celeste e o torcedor não pensou duas vezes: gritou o nome de Judivan. Ele foi lá e fez a alegria da nação 5 estrelas. 

A bola no fundo das redes não era apenas um gol. Era muito mais que isso! Significava a volta por cima de um atleta que quase teve sua carreira interrompida após uma atitude irresponsável do uruguaio Maurício Lemos. A lesão foi em junho de 2015, durante a partida entre Brasil x Uruguai, no Campeonato Mundial Sub-20, na Nova Zelândia. Nos últimos dias, o atacante recebeu uma mensagem de apoio justamente do defensor uruguaio, divulgado no Twitter oficial do Cruzeiro: “Judivan, estou muito feliz pela sua volta aos gramados. Queria desejar tudo de bom para você e para sua família. Espero que possa voltar seguir a sua carreira. Saiba que foi sem querer o que aconteceu, estou torcendo por você. Te desejo ânimo e espero que volte da melhor maneira e possa fazer o que você sabe e o que é muito bom. Um forte abraço, irmão”.

Após a lesão, Judivan viveu um verdadeiro calvário. A angústia de não poder jogar e pior: não saber se poderia voltar. Nestes momentos, o único refúgio foi a família, que o acompanhou em todos os momentos. E nada melhor do que comemorar o gol, dedicando-o para a filha de um ano e oito meses. Só quem passa por momentos difíceis como este sabe a força que tem o sorriso de um filho. Judivan, eu te entendo!

Ainda nessa quarta, o atleta do Cruzeiro recebeu uma mensagem de Gabriel Jesus, jogador do Manchester City, pelas redes sociais. Pelo Instagram, o atacante da Seleção Brasileira parabenizou Judivan pelo retorno aos gramados. Gabriel Jesus formava a dupla de ataque brasileira com o cruzeirense na fatídica partida que lesionou o jogador celeste. 

É preciso perseverar, em tudo que fazemos. A história do camisa 14 do Cruzeiro é inspiradora e merece ser contada para muita gente. Ele não desistiu. Ele venceu. A história dele poderia ter ficado pela metade, se tivesse deixado tudo de lado, quando passou por todas as cirurgias. Mas não! Ele fez diferente!

Nem sempre vencer é ganhar. Contra o Avaí, o Cruzeiro não ganhou. O Cruzeiro venceu! Venceu a dor, a espera, a fisioterapia, a mesa de cirurgia. E todos nós ganhamos a oportunidade de vivenciar o futebol acontecendo na sua mais pura essência: a de gerar emoção. 

Ver a cena do Judivan sendo abraçado por todos os jogadores e ter seu nome ecoado no Mineirão foi de arrancar lágrimas de qualquer um. Futebol é isso! 

Seja bem-vindo de volta, Judivan! O futebol é o seu lugar! Continue a sua história!

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link