Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

Uma reflexão sobre o superclássico

05/03/2018 às 02:11

(Bruno Cantini/Divulgação)

Há alguns anos era impensável um Atlético e Cruzeiro no Independência, às 11 horas da manhã.

Paciência. O poema de Camões já dizia “mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”.

O segundo tempo da partida foi disputado ao meio-dia, num domingo de verão quente.

Vamos ao jogo. O técnico Mano Menezes estava mais bem servido de banco que Thiago Larghi. Entre os preteridos estava, por exemplo, Arrascaeta.

Mano não colocou o Sóbis, optou pelo Raniel, que fez o gol decisivo.

O Atlético lutou muito, teve chances muito boas, mas jogadores importantes como Elias, Róger Guedes e Ricardo Oliveira estiveram abaixo do previsto.

Mesmo com 10 por quase todo o segundo tempo, o Cruzeiro resistiu, redobrou energia e sustentou a vantagem. 

O que tem que ser dito e que muitos atleticanos não concordam é que o Cruzeiro tem hoje um elenco melhor definido, e a disputa por posições está pedindo a entrega total dos jogadores para justificar a camisa do titular.

Ao Atlético cabe analisar, passada a emoção jogo, o limite do atual time e as posições carentes. A mais gritante é a falta de um meia de qualidade para pensar as jogadas. 

No elenco atual não dá para imaginar qualquer opção caseira. Isso causa um desequilíbrio e um buraco negro entre o meio campo e o ataque. Está faltando coragem para apostar em jogadores que despontaram da base e que precisam de chance. Um deles é Marco Túlio, colocado de uma hora para outra como reserva do reserva enquanto se dá chance para Tomás Andrade, um argentino praticamente comum.

A arbitragem de Cleisson Veloso não comprometeu o resultado, embora tenha sido pouco criteriosa na distribuição de cartões. A expulsão do Edilson foi justa. A arbitragem não viu (?), mas o Leo merecia o vermelho direto pelo soco no Ricardo Oliveira.

Um defeito que precisa ser corrigido: os juízes estão permitindo reclamações a todo momento dos jogadores, atrapalhando a dinâmica do jogo.

Valeu o clássico.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "O Brasil não aguenta eleições de 2 em 2 anos". Confira a coluna de Eduardo Costa. https://t.co/vxgWkJYWEC https://t.co/YLYlBjXN7S

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽ Fred, que vive fase final de recuperação de uma grave lesão, seguirá de fora neste fim de semana.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A entidade considera que a recessão na economia a partir de 2014 e a estagnação nos anos anteriores podem ter contribuído para a redução.

    Acessar Link