Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

Cruzeiro, um título justo

09/04/2018 às 12:06
Cruzeiro, um título justo

No conjunto da obra o Cruzeiro mereceu o Estadual de 2018. Não só pelo futebol, pelo elenco, mas também por uma participação enorme da torcida azul. O Atlético de domingo parecia que estava no Maracanã contra o Flamengo ou no Itaquerão enfrentando o Corinthians. Um dos males que o Independência tem causado ao Galo é que ele joga no Mineirão como se fosse visitante.

No campeonato todo o Cruzeiro somou 41pontos contra 30 do Atlético. Os números dizem melhor.

Em uma semana tudo mudou. Os 3x1 do Horto mostraram um Atlético competente, vibrante e corajoso. No domingo da decisão era um time nervoso, mal definido taticamente e irreconhecível.
Os dois laterais não conseguiram fazer um só cruzamento. Fábio Santos jogou uma péssima partida e o Patrick foi o Patrick de sempre. Apenas Adilson e Cazares jogaram bem. Pesou demais a irresponsável expulsão de Otero, herói do primeiro jogo, que desde os primeiros minutos já estava pedindo punição.

Agora o Cruzeiro: depois da derrota no Horto e da vaia recebida no empate do meio de semana contra o Vasco o time, bem escalado, se encheu de brios  e com Arrascaeta e Thiago Neves à frente dominou o clima do jogo.
O nervosismo estava a flor da pele nos dois lados e quase comprometeu a arbitragem.

Fábio não chegou a pegar uma bola difícil, contando com uma zaga imbatível nas bolas aéreas numa sincronia perfeita com o restante do time.

Para avaliar melhor a atual fase do Cruzeiro basta ver quantos bons jogadores ainda ficaram de fora por contusão ou opção do Mano Menezes. A Nação Azul abraçou o time e tomara que esta afinidade permaneça na Libertadores, Brasileirão e Copa do Brasil.
O Campeonato Estadual é valido. Basta ver as outras decisões e as festas pelo Brasil agora. Curto, sem filigranas nos regulamentos esta competição é um ótimo começo de temporada. Quem for inteligente que retire conclusões destes 3 meses de futebol.

Valeu a decisão, valeu a emoção dos dois jogos. Dia 19 de maio tem mais. Estamos sonhando com a torcida dividida e estádio lotado. Vale apostar e apoiar a novidade. A bola agradece.

 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'Eu estou levando minha revolta para um lado de injustiça, eu preciso de uma resposta. Eu guardei tudo no quarto do bebê. Essa dor parece que não vai passar', completa.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    O caso foi revelado em primeira mão pela rádio Itatiaia e repercute nacionalmente.

    Acessar Link