Emanuel Carneiro

Coluna do Emanuel Carneiro

Veja todas as colunas

A violência nos estádios

A violência nos estádios

10/07/2017 às 12:49
A violência nos estádios

Estamos vivendo nos dias atuais uma onda de violência nunca vista no Brasil. A insegurança é total em todas as cidades, nas estradas, nas escolas, no trânsito e, para não fugir à regra, nos estádios de futebol.

O Brasil é o campeão mundial de mortes de torcedores por conflitos dentro e fora dos estádios. As punições, quando existem, são brandas e a imprensa tem mostrado imagens de marginais que vão e voltam para as mesmas brigas, a mesma violência. Não são torcedores. Não gostam de futebol. Usam o esporte como válvula de escape e se preparam para comparecer aos estádios como se fossem para uma guerra, com paus, soco inglês, canivete, bombas, porretes e tudo mais.

O Rio de Janeiro é o único estado que tem uma polícia especializada para eventos esportivos. É o GEPE (Grupamento Especializado de Policiamento em Estádio).

Veja o que tem acontecido por lá em dias recentes.

Já foi tentada a fórmula de torcida única. Não adianta, já que a maioria dos fatos policiais ocorre fora dos estádios. A proibição de bebida alcoólica também não resolveu.

A impunidade estimula novas agressões, descontrole, criando facções que se abrigam sob a bandeira de torcidas organizadas, muitas delas subsidiadas pelos clubes.

O torcedor normal, o apaixonado, está fugindo dos espetáculos. Os dirigentes se omitem, pois não querem enfrentar esta avalanche de malucos.

O problema gravíssimo não é novo. O futebol no Brasil precisa recuperar o ambiente pacífico de outros tempos, identificar os brigões, limpar esta mancha como fez a ‘dama de ferro’ Margaret Thatcher na Inglaterra. É urgente, é inadiável, é agora.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Com apoio de ex-presidentes sul-americanos, manifesto pró-Lula bate marca de 200 mil assinaturas:… https://t.co/Slr59JZatm

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Tomás Andrade embarca para Belo Horizonte e deve ser emprestado ao Atlético por um ano: https://t.co/tDaenVNtsS https://t.co/h9dVozxCiP

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Entrevista sobre febre amarela com o subsecretário de Vigilância e Proteção à Saúde de Minas, Rodrigo Said

    Acessar Link