System.Collections.Generic.List`1[Site.ViewModels.BannerTopoViewModel]
Cadu Doné

Coluna do Cadu Doné

Veja todas as colunas

Cazares e Camus

Cazares e Camus

11/07/2017 às 01:42

Egoísmo ou falta de QI futebolístico? Eis a questão...

 

Escritor, filósofo, dramaturgo e... Goleiro! Francês/argelino como nosso carrasco favorito e técnico mais sortudo do planeta, Zinedine Zidane. Existe (existiu) essa figura? Claro! Albert Camus...

Apaixonado por futebol, o arqueiro pensador só abandonou as metas perto dos 18 anos em função da tuberculose. Não fosse isso, quem imagina o que aconteceria? O mundo poderia ter perdido “O Estrangeiro” e “O Mito de Sísifo”, mas a França, vai saber, às vezes conquistaria a Copa antes de outro filho da Argélia surgir... Ou ao menos sem precisar de determinado goleiro marcante – e que para muitos não pensava o suficiente (...): Barthez. Este, por sua vez, quase xará de outro filósofo e escritor gaulês, Roland Barthes – numa edição de 2009, a revista Serrote (Thiago Reis?) trouxe um raro texto deste falando de esportes e, claro, futebol (segundo Alexandre Simões, a enciclopédia humana, o único esporte verdadeiro; todo o resto seria Educação Física).

Camus chegou a dizer certa vez, numa frase bem conhecida, que seus principais aprendizados sobre ética aconteceram dentro das quatro linhas. Outra afirmação do autor/goleiro talvez até mais interessante – e bem menos comentada –, acerca do esporte bretão, define a modalidade como “inteligência em movimento”. Nos esportes americanos, há forte cultura de analisar o “QI” dos atletas para suas profissões; tem aquele jogador uma espécie de inteligência muitas vezes até inconsciente, intuitiva, instintiva para, nas frações de segundo que envolvem as escolhas dentro dos embates, optar pela saída correta? No Brasil não existe esse hábito. Nos atemos a elogiar/cornetar observando aspectos mais palpáveis, de mais fácil apuração: velocidade, técnica, habilidade, força...

Em lance incrivelmente irresponsável, surreal, Cazares deixou de passar para Fred a bola que provavelmente selaria o merecido triunfo do Galo no Engenhão. Como “a bola pune”, de acordo com outro “pensador” do ludopédio, Muricy Ramalho, o futebol foi implacável: nos instantes finais, o Botafogo, que pouco incomodara, empatou. Não foi a primeira vez que Cazares pecou por algum tipo de individualismo. Sem querer soar cabotino, já falei a esse respeito milhares de vezes na Itatiaia. E sempre deixando claro: o equatoriano joga muito, não deve ser descartado, exageradamente criticado por este ponto; todos possuem características a serem melhoradas em suas profissões; Cazares só precisa ser bem orientado em torno do problema que aqui aprecio (e sei que mesmo antes do último cotejo, tanto Roger quanto alguns jogadores mais experientes já trocavam ideias, dentro de um ambiente positivo, de forma amigável, com o habilidoso meia, para que ele corrija essa dificuldade).

Todo mundo tem, nos últimos dias, criticado Cazares por suposto egoísmo exacerbado. Honestamente, não penso que esse seja exatamente o caso. Não acredito que é movido por esse sentimento, de maneira premeditada ou não, em busca da glória pessoal, que o armador deixa de acionar companheiros com frequência. Em alguns desses lances, ok: dentro do caldeirão de motivações/emoções/facetas que habitam nosso âmago e impulsionam as decisões, uma centelha – ou uma fatia maior – de egocentrismo pode ter influenciado. Em geral, contudo, se examinarmos a linguagem corporal deste atleta, seus movimentos, seu jeito de jogar nestas ocasiões específicas, enxergaremos que, no fundo, a questão passa muito mais por limitação no que tange à capacidade de escolha da alternativa adequada nas famigeradas frações de tempo que mencionei anteriormente, do que por falhas de caráter. Sabe a história do QI esportivo? Pois então. A boa notícia é que o QI futebolístico de Cazares, ao que me parece, pode ser maturado com razoável facilidade. O mais difícil, o talento, a técnica, a habilidade, ele tem.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Batida entre Gol e carreta deixa dois mortos na BR-381- https://t.co/1jfhVF9czx https://t.co/MJg1qGuhyo

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Cruzeiro encaminha empréstimo do equatoriano Caicedo para o Barcelona, de Guayaquil: https://t.co/RWBrAwFIWJ https://t.co/wgGoGDpgSa

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    A Itatiaia está chamando! É hora da Jornada Esportiva com o timaço da Rádio de Minas!

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Além de dar notícia de tudo, estamos dando um apartamento da Precon Engenharia também! 😱 Leia o regulamento, participe e concorra: www.itatiaia.com.br/apepravoce

    Acessar Link