Álvaro Damião

Coluna do Álvaro Damião

Veja todas as colunas

Agora sim!

Não acho que é o momento de cantar vitória ou dizer que já pode entregar a taça. Há seis rodadas em jogo e tudo pode acontecer! Mas depois do clássico paulista, o moral do Corinthians está elevado e isso é combustível suficiente para consagrar-se campeão

07/11/2017 às 04:34

O título do Brasileirão ainda não está definido, mas o Corinthians já está com uma mão na taça. A mão pode escorregar e outro time gritar “é campeão”? Pode sim, mas no último domingo, o time de Fábio Carille mostrou ao país que tem o elenco mais preparado para o título.

No clássico com o Palmeiras, na Arena Corinthians, o jogo não valia apenas três pontos. A vitória por 3 x 2 diante do rival serviu para ressaltar os motivos pelos quais o time alvinegro está no topo da tabela. E o clássico teve de tudo: gol polêmico, expulsão de um jogador do Palmeiras e até selfie em comemoração de gol. E digamos, a vitória serviu para fortalecer ainda mais o elenco corintiano.

Esse clássico era a chance do Palmeiras colocar fogo no campeonato. Se vencesse estaria, de fato, na briga pelo título. Com o resultado, o Corinthians está com seis pontos de vantagem para o Santos, segundo colocado, e ainda garantiu matematicamente a classificação para a Libertadores. De acordo com o site Infobola, se o Palmeiras tivesse vencido o jogo, a chance do Corinthians ser campeão cairia de 70% para 44%. Com o triunfo, as chances aumentaram para 85%. 

E há algo que precisa ser destacado: o apoio da torcida. Nenhum time consegue ser campeão sem o apoio das arquibancadas! Nenhum! No último treino antes do clássico, 32 mil torcedores marcaram presença na Arena Corinthians para empurrar o time. Não havia um torcedor sequer que questionasse o momento do time. Estavam ali para apoiar o time, num clima de paz! Quer mais motivação que isso? Quer preleção melhor do que essa? Desconheço.

 O torcedor do Corinthians fez o papel de mãe! Apontou os erros no momento certo e incentivou quando devia. O elenco percebeu que era preciso mudar de postura, que não havia nada ganho. Resultado do apoio? Vitória. O time que não marcava três gols em um jogo desde o dia 11 de outubro, voltou a balançar as redes com Romero, Balbuena e Jô. Só para se ter uma ideia da força do apoio: Romero que estava cinco meses sem marcar gol, deixou o dele.

Há quem diga que a arbitragem pode ter influenciado no resultado. Sinceramente? Não concordo. Em um momento como este não é o apito que faz a diferença, mas sim a união entre torcedor e elenco. 

Não acho que é o momento de cantar vitória ou dizer que já pode entregar a taça. Há seis rodadas em jogo e tudo pode acontecer! Mas depois do clássico paulista, o moral do Corinthians está elevado e isso é combustível suficiente para consagrar-se campeão. 

Como diz o técnico Adilson Batista: “Vamo aguardá” pra ver a briga pelas vagas da Libertadores! E é bom o Atlético abrir o olho pra não ficar fora da briga.

Tamo junto e até a próxima! 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    URGENTE - Após quase uma semana foragido, vereador Wellington Magalhães se entrega à Polícia Civil:… https://t.co/RQldtpMjeZ

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Em recuperação, Leonardo Silva e Cazares fazem treino leve em campo na Cidade do Galo: https://t.co/nYQpTCM7cW https://t.co/GXnZRI5Rzt

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Perdeu a Resenha de Boleiro dessa semana? Confere aqui um pedacinho do bate papo do Thiago Reis e do Leandro Silva com o lateral do Clube Atlético Mineiro, Patric. A Rese...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Segundo a PM, a ação foi discreta e não chamou a atenção dos clientes do centro de compras.

    Acessar Link