Álvaro Damião

Coluna do Álvaro Damião

Veja todas as colunas

O Flamengo merece ser excluído da Libertadores?

Algo precisa acontecer! E é bom o Atlético ficar de olho!

19/12/2017 às 04:00

Muitas vezes no jornalismo esportivo usamos a expressão “Não é só futebol”. Na maioria das vezes, é para demonstrar coisas boas, mas hoje eu peço licença para usar em outra situação. 

No último domingo (17), fiquei estarrecido com as imagens da final da Copa Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente, no Maracanã. As imagens, que foram obtidas com exclusividade pelo Fantástico, da TV Globo, mostraram um cenário de guerra civil no Rio de Janeiro. O caos se instalou depois que bandidos travestidos de torcedores resolveram invadir o estádio sem ingresso. Crianças, idosos, pais, mulheres, todos acuados em meio à barbárie.

À medida que as bombas explodiam, a ordem de invadir o Maracanã era cumprida. De um lado pais desesperados com seus filhos no colo, do outro a resposta da polícia com tiros de borrachas e spray de pimenta. O dia que era pra ser de alegria para muitos se tornou em um trauma. 

Imagina a cabeça de um pai ao ter que responder para o filho de 7 anos, que estava no meio da confusão, a seguinte pergunta: “Pai, mas você não falou que é só um jogo?”. Para nós que amamos o futebol, dói dizer, mas a melhor resposta seria: “Filho, infelizmente, não é só futebol. É bandidagem também!”.

É preciso tomar uma postura rígida sobre os últimos acontecimentos. É inadmissível essa selvageria que estamos vivendo. Não podemos aceitar que um espetáculo como esse se perca por ações de marginais. Até quando vamos vivenciar essas cenas? E permitam-me dizer que não se tratam de torcedores fanáticos! São marginais mesmo! 

No futebol, a punição virá. Basta saber se a Conmebol vai aliviar ou não para o Flamengo. O clube foi denunciado por seis fatores: lançamento de objetos em campo, uso de fogos de artifício e materiais pirotécnicos, "causar danos", falta de ordem e disciplina antes, durante e após a partida, além da não identificação de causadores de tumulto e agressões. Além disso, o Flamengo foi denunciado pelo artigo 20, que dispõe sobre a segurança da partida e responsabiliza o clube mandante. Dentre as penas que estão previstas no Artigo 22 e 24 do Regulamento Disciplinar, há a proibição de jogar no Maracanã, jogar com os portões fechados e multas que podem chegar a 400 mil dólares. Há a possibilidade, inclusive, de o clube carioca ser excluído da Copa Libertadores de 2018.

E é aí que o Atlético tem que ficar de olho. Afinal, caso o Flamengo seja excluído, a vaga da competição internacional fica para o Galo, que terminou o Campeonato Brasileiro em nono lugar.

Se quiser, e tiver boa vontade, a Conmebol aplica a punição severa. Em 2015, o Boca Juniors foi excluído da Libertadores após incidentes na partida contra o River Plate. Algo precisa acontecer! E é bom o Atlético ficar de olho! 

Tamo junto e até a próxima! 

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️Na Rússia, Arrascaeta garante que voltará para o Cruzeiro após a Copa do Mundo: https://t.co/mr1GwzW5xT https://t.co/dRW78DsZX5

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽️ Na Rússia com a seleção do Uruguai, o camisa 10 ficou no banco de reservas nesta terça-feira na vitória sobre a Arábia Saudita e falou sobre o assunto na zona mista.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Veja a lista de políticos com processo arquivado. 👇🏿

    Acessar Link