Álvaro Damião

Coluna do Álvaro Damião

Veja todas as colunas

O Flamengo merece ser excluído da Libertadores?

Algo precisa acontecer! E é bom o Atlético ficar de olho!

19/12/2017 às 04:00

Muitas vezes no jornalismo esportivo usamos a expressão “Não é só futebol”. Na maioria das vezes, é para demonstrar coisas boas, mas hoje eu peço licença para usar em outra situação. 

No último domingo (17), fiquei estarrecido com as imagens da final da Copa Sul-Americana, entre Flamengo e Independiente, no Maracanã. As imagens, que foram obtidas com exclusividade pelo Fantástico, da TV Globo, mostraram um cenário de guerra civil no Rio de Janeiro. O caos se instalou depois que bandidos travestidos de torcedores resolveram invadir o estádio sem ingresso. Crianças, idosos, pais, mulheres, todos acuados em meio à barbárie.

À medida que as bombas explodiam, a ordem de invadir o Maracanã era cumprida. De um lado pais desesperados com seus filhos no colo, do outro a resposta da polícia com tiros de borrachas e spray de pimenta. O dia que era pra ser de alegria para muitos se tornou em um trauma. 

Imagina a cabeça de um pai ao ter que responder para o filho de 7 anos, que estava no meio da confusão, a seguinte pergunta: “Pai, mas você não falou que é só um jogo?”. Para nós que amamos o futebol, dói dizer, mas a melhor resposta seria: “Filho, infelizmente, não é só futebol. É bandidagem também!”.

É preciso tomar uma postura rígida sobre os últimos acontecimentos. É inadmissível essa selvageria que estamos vivendo. Não podemos aceitar que um espetáculo como esse se perca por ações de marginais. Até quando vamos vivenciar essas cenas? E permitam-me dizer que não se tratam de torcedores fanáticos! São marginais mesmo! 

No futebol, a punição virá. Basta saber se a Conmebol vai aliviar ou não para o Flamengo. O clube foi denunciado por seis fatores: lançamento de objetos em campo, uso de fogos de artifício e materiais pirotécnicos, "causar danos", falta de ordem e disciplina antes, durante e após a partida, além da não identificação de causadores de tumulto e agressões. Além disso, o Flamengo foi denunciado pelo artigo 20, que dispõe sobre a segurança da partida e responsabiliza o clube mandante. Dentre as penas que estão previstas no Artigo 22 e 24 do Regulamento Disciplinar, há a proibição de jogar no Maracanã, jogar com os portões fechados e multas que podem chegar a 400 mil dólares. Há a possibilidade, inclusive, de o clube carioca ser excluído da Copa Libertadores de 2018.

E é aí que o Atlético tem que ficar de olho. Afinal, caso o Flamengo seja excluído, a vaga da competição internacional fica para o Galo, que terminou o Campeonato Brasileiro em nono lugar.

Se quiser, e tiver boa vontade, a Conmebol aplica a punição severa. Em 2015, o Boca Juniors foi excluído da Libertadores após incidentes na partida contra o River Plate. Algo precisa acontecer! E é bom o Atlético ficar de olho! 

Tamo junto e até a próxima! 

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    ⚽️Pablo vê título da Sul-America como coroação de trajetória no Atlético-PR: 'Indescritível':… https://t.co/1VHtBnsPMv

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    🚑PRIMEIRAS INFORMAÇÕES: Entre os feridos, três estão em estado grave. A BR-267, na altura do Km 237, está fechadas nos dois sentidos.

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    "No que for possível, sei que está engessado no artigo sétimo (da Constituição), mas tem que se aproximar da informalidade", disse . O artigo 7º trata dos direitos dos trabal...

    Acessar Link